GP1

Entretenimento

Whindersson Nunes reclama de dificuldades para enviar ajuda a Manaus

“Estou bem feliz, mas estaria mais realizado se tivesse mais agilidade para conseguir as coisas", declarou Whindersson.

O humorista Whindersson Nunes, que liderou uma campanha para ajudar a cidade de Manaus (AM), relatou as dificuldades que encontrou para enviar a ajuda. Na manhã deste domingo (17) o piauiense usou as redes sociais para reclamar da burocracia.

Whindersson foi questionado por seguidores se estava satisfeito com a campanha bem sucedida, que conseguiu arrecadar dinheiro para adquirir cilindros de oxigênio e respiradores. Em resposta, ele disse que estava feliz com o resultado do esforço coletivo, mas reclamou da burocracia.

“Estou bem feliz, mas estaria mais realizado se tivesse mais agilidade para conseguir as coisas, porque, meu Deus do céu, até para ajudar! É você juntando as coisas para ajudar, e sobe o preço do negócio, e tem que pegar autorização dali, e assim, uma coisa com urgência”, desabafou.

Na manhã deste sábado (16) chegaram em Manaus 60 respiradores doados pelo humorista piauiense, que foram distribuídos em seis hospitais. Whindersson enviou seu segurança pessoal para acompanhar a chegada dos equipamentos.

Crise em Manaus

A capital do Amazonas enfrenta uma grave crise de saúde em decorrência do colapso na rede hospitalar gerado pela pandemia da covid-19. Devido à falta de oxigênio nos hospitais, pacientes diagnosticados com a doença foram transferidos para outros estados, nove deles vieram para Teresina e estão internados no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.