GP1

Esportes

Corinthians e São Paulo fazem clássico valendo quebra de tabus

Em boa fase, os rivais vão a campo, neste domingo (22), às 16h, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão.
Por Estadão Conteúdo

Corinthians e São Paulo jogam neste domingo um clássico em que se disputa a briga pelas primeiras posições no Brasileirão, além da manutenção ou quebra de alguns tabus. Em boa fase, os rivais vão a campo, às 16h, na Neo Química Arena, e é justamente o local da partida um dos jejuns que serão colocados à prova. A equipe alvinegra vem de dez jogos invicto em casa e nunca perdeu para o time tricolor em seu estádio: foram dez vitórias e cinco empates.

"Sabemos a pressão que é jogar um clássico. É se impor dentro de casa. Fizemos bons jogos, temos sido muito regulares aqui. Vamos tentar fazer um grande jogo. É sempre bom ganhar clássico", disse o goleiro Cássio na sexta-feira.

O longo jejum de vitórias do São Paulo em Itaquera incomoda o técnico Rogério Ceni, que pediu atenção ao time tricolor no Majestoso. "Espero que a gente consiga chegar bem. É uma história curta, mas ainda não conseguimos vencer o Corinthians na arena. É um time forte, que vem jogando melhor. É recuperar os que jogaram e achar os melhores 11", comentou.

Corinthians e São Paulo vivem momentos de paz com suas torcidas e estão invictos há sete e nove partidas, respectivamente. No Brasileirão, a equipe do técnico Vítor Pereira lidera a competição, com 13 pontos, dois a mais que a equipe de Ceni, que ocupa a quarta posição. A última vez que os rivais terminaram a competição nacional nas quatro primeiras posições foi em 2015. e justamente nas mesmas colocações de hoje. O Corinthians foi campeão, enquanto o São Paulo terminou em quarto.

Outro tabu à prova neste domingo é o de Vítor Pereira nos clássicos sob o comando do Corinthians. Sua estreia foi justamente contra o São Paulo, que levou a melhor e venceu por 1 a 0, no Morumbi, ainda pelo Paulistão. De lá para cá, foram outras três derrotas contra rivais. Será o quinto dérbi do português em menos de três meses no cargo. O retrospecto negativo no Brasil contrasta com a sua marca positiva quando treinou em Portugal, Turquia e Grécia, e teve um desempenho de oito vitórias, oito empates e apenas três derrotas.

Já Rogério Ceni vive o outro lado da moeda. São três vitórias sobre o Corinthians em três duelos nesta sua segunda passagem pelo clube. No total, Ceni venceu sete dérbis e perdeu dois, sendo um deles justamente a goleada por 4 a 0 sofrida diante do Palmeiras na finalíssima do Paulistão. Calleri foi decisivo com dois gols e uma assistência nas três partidas diante do rival deste domingo.

"Clássico é aquele jogo em que todo atleta sonha disputar. E comigo não é diferente. Claro que toda partida do Brasileiro vale os mesmos três pontos, mas quando é um jogo contra um rival, a gente sabe que é diferente e que a torcida cobra de uma outra maneira. No domingo, teremos mais um jogo duríssimo, fora de casa, contra o líder do campeonato, mas também estamos bem na competição. Respeitamos muito o time deles, mas confiamos no trabalho que a gente vem fazendo e acredito que faremos uma boa partida”, afirmou o centroavante.

CORINTHIANS X SÃO PAULO

CORINTHIANS - Cássio; Rafael Ramos, João Victor (Raul Gustavo), Gil e Lucas Piton; Du Queiroz, Giuliano, Renato Augusto, Mantuan (Willian) e Róger Guedes; Jô. Técnico - Vítor Pereira.

SÃO PAULO - Jandrei; Rafinha, Diego Costa, Arboleda e Léo; Pablo Maia, Igor Gomes, Nestor e Alisson; Éder e Calleri. Técnico - Rogério Ceni.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

HORÁRIO - 16h.

LOCAL - Neo Química Arena.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.