Fechar
GP1

Esportes

CBF desiste de processo contra Felipe Neto por falas de corrupção

No entanto, a entidade manteve a ação judicial contra o dono da SAF do Botafogo, John Textor.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desistiu de processar o influenciador Felipe Neto por acusações de corrupção. A entidade havia decidido mover uma ação contra o youtuber, mas mudou de ideia após uma análise do departamento jurídico.

Após a virada do Palmeiras em cima do Botafogo, pelo Brasileirão, Felipe Neto chamou a CBF de corrupta. Na tarde dessa quinta-feira (02), depois da notícia que a entidade processaria o influencer, ele declarou que dedicaria todas as suas redes sociais para expor os casos de corrupção.

“Se o processo da CBF vier, dedicarei todas as minhas redes pra expor todos os casos de corrupção da entidade. Vai ter muita história pra contar. Acham q tenho medo de processo criminal? Fui acusado de coisas muito piores por gente muito mais poderosa. CBF sempre foi uma entidade corrupta. Ninguém vai me impedir de afirmar isso”, disse o youtuber.

No entanto, a CBF deu início a uma ação criminal contra o dono da SAF do Botafogo, John Textor, também por acusações de corrupção. No caso de Felipe Neto, a entidade avaliou que ele é um torcedor e não atacou diretamente o presidente Ednaldo Rodrigues.


Em seu perfil no Twitter, o influenciador se pronunciou sobre a desistência da ação criminal em uma postagem com o link de uma matéria sobre o assunto com a legenda “em frente”.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.