GP1

Timon - Maranhão

Acusado de tentar matar policial no Piauí é transferido para presídio de Timon

Luciano de Sales Pereira é acusado de atirar contra um policial civil durante assalto em um bar.

O acusado de tentar matar a tiros um policial civil em um bar de Teresina, no dia 31 de maio, foi transferido para o Presídio Jorge Vieira, em Timon. Luciano de Sales Pereira foi preso no dia 16 de junho na cidade de Parnarama (MA).

A prisão do acusado foi realizada por policiais do 11º Batalhão da Polícia Militar do Maranhão, com apoio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Teresina, que representou pela prisão preventiva do criminoso.

Foto: Reprodução/WhatsAppLuciano de Melo Pereira
Luciano de Melo Pereira

No pedido, o DHPP solicitou que ele ficasse sob custódia do sistema prisional do Piauí, tendo em vista que o crime aconteceu na capital do Estado e as investigações estavam sendo conduzidas pela Polícia Civil do Piauí. A Justiça, contudo, não acatou o pedido de recambiamento para o Piauí e determinou que ele ficasse custodiado no Presídio Jorge Vieira, em Timon.

O crime

O policial civil Cláudio Marcelo Melo do Nascimento, 53 anos, lotado no 21º Distrito Policial em Teresina, sofreu uma tentativa de latrocínio no início da tarde do dia 31 de maio em um bar localizado na Avenida Quinze de Novembro no bairro Lourival Parente, zona sul de Teresina. Durante a ação criminosa, a arma da vítima foi roubada pelo atirador.

Luciano Sales Pereira foi preso em Parnarama depois de tentar assaltar um homem durante os festejos da cidade, chegando a atirar contra a vítima.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.