Regeneração - PI

Acusado de homicídio em Regeneração já havia sido condenado por furto

Atualmente, Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos estava em liberdade provisória depois que teve sua prisão revogada em 14 de junho deste ano.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos, preso na manhã desse domingo (27) acusado de invadir a casa da ex-namorada e assassinar o atual companheiro dela, Luís Carlos, na cidade de Regeneração, estava em liberdade provisória desde o mês de junho de 2019, quando juiz de direito da Vara Única da Comarca de Regeneração, Alberto Franklin de Alencar Milfont, revogou sua prisão preventiva em face do crime de furto qualificado. Ele já havia sido condenado em 2016, a seis anos de prisão em outro processo por crime de furto.

De acordo com a Polícia Militar, Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos, mais conhecido como “Diego Capa Preta”, havia encontrado a ex-namorada com Luís Carlos em uma festa na noite do sábado (26). Depois que o casal foi embora, Diego resolveu entrar na casa da ex-companheira pelo telhado.

  • Foto: Divulgação/PM-PIAcusado (à esquerda) entrou pelo teto da casaAcusado (à esquerda) entrou pelo teto da casa

Durante a briga, a mulher acabou sendo golpeada na mão, mas sem gravidade e Luís Carlos foi esfaqueado na região das nádegas. Luís Carlos buscou socorro em sua casa, chegou a ser encaminhado para o hospital de Regeneração, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu.

Os policiais do 18º Batalhão da Polícia Militar de Água Branca, em conjunto com os policiais de Regeneração e Amarante conseguiram localizar Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos na casa de um parente, na zona rural de Regeneração, após denúncia e o prenderam. Na ocasião, ele relatou que cometeu o crime por ciúmes.

NOTÍCIA RELACIONADA

Acusado de invadir casa e matar homem é preso em Regeneração

Mais conteúdo sobre: