Teresina - PI

Acusados de matar funcionário do PT são condenados a 23 anos de prisão no Piauí

A pena deverá ser cumprida na Penitenciária Regional "Irmão Guido" ou em estabelecimento prisional similar, em Teresina.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz da 8ª Vara Criminal de Teresina condenou Jonatas Patrik Sirqueira Araújo e Francisco Denes do Nascimento Silva a 23 anos e 4 meses de prisão, cada um, pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) praticado contra João Felipe Ferreira, funcionário do Diretório Estadual do PT do Piauí, em 2018. A publicação da sentença se deu nessa segunda- feira (15).

O regime a ser cumprido é o fechado, pois o magistrado levou em consideração que as penas ultrapassaram os 8 anos, além de verificar que no caso concreto, os crimes foram praticados com o uso de arma de fogo e em concurso de agentes, culminando com a morte de uma das vítimas, sendo considerado crime hediondo.

  • Foto: Divulgação/PC-PIJonatas e FranciscoJonatas e Francisco

A pena deverá ser cumprida na Penitenciária Regional "Irmão Guido" ou em estabelecimento prisional similar, em Teresina.

Foi negado ainda aos condenados o direito de recorreram da sentença em liberdade.

Relembre o caso

Um funcionário do Partido dos Trabalhadores (PT-PI), identificado como João Felipe Ferreira, foi alvejado com um disparo de arma de fogo no abdômen durante um assalto no dia 07 de novembro de 2018, na Praça Novo Milênio, na Vila São Sebastião, localizada no bairro Todos os Santos, zona sudeste da Capital.

  • Foto: Reprodução/ FacebookJoão Felipe de FerreiraJoão Felipe Ferreira

Conforme a Polícia militar do Piauí, os dois criminosos chegaram em uma motocicleta e abordaram a vítima que reagiu, durante a ação, em legítima defesa e foi baleada. Ele morreu dois dias depois no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Jônatas Patrik Sirqueira Araújo, vulgo “Pitchula”, acusado de matar o funcionário do PT, foi preso no dia 07 de dezembro de 2018, no bairro Monte Horebe, zona sudeste da Capital. Já Francisco Denes foi preso no assentamento Salgadinho, na zona rural de Buriti dos Lopes após uma denúncia anônima, no dia 28 de janeiro de 2019.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envolvido na morte de funcionário do PT é preso em Buriti dos Lopes

Polícia Civil prende acusado de matar funcionário do PT em Teresina

Funcionário do PT morre no HUT após ser baleado em assalto

Mais conteúdo sobre: