Teresina - PI

Bandido aplica golpe fingindo ser presidente do TJ em Teresina

A vítima pensando em receber seu precatório, realizou pelo menos dois depósitos em uma conta corrente, porém, após não receber o valor de R$ 68.000,00, percebeu que foi vítima de um golpe.

Davi Fernandes
Teresina
Victória Xavier
Teresina
- atualizado

Um criminoso ainda não identificado aplicou um golpe em uma mulher ao se passar pelo presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), desembargador Sebastião Ribeiro Martins, no bairro São Pedro, na zona sul de Teresina. O bandido realizou uma ligação para vítima e pediu um pagamento de R$ 5.550,00 para liberar uma quantia em precatórios.

Nesta quinta-feira (16), foi realizado um boletim de ocorrência na Delegacia de Crimes de Informática. Segundo o relato da vítima, o criminoso alegou que após ser feito o depósito do valor solicitado, em seguida seria liberado o montante de montante de R$ 68.000,00.

Depois disso, a mulher pensando em receber seu precatório, realizou pelo menos dois depósitos em conta corrente, porém, após não receber o valor esperado, percebeu que foi vítima de um golpe.

Em entrevista ao GP1, o presidente do TJ, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, informou que o caso já está sendo investigado pela Polícia Civil e esclareceu que para o pagamento de precatório ser feito, é necessário que seja procurado um advogado.

“Eu tomei conhecimento hoje, algumas pessoas foram no tribunal e deduzimos que foi uma tentativa de golpe. Essa mesma pessoa que fez o deposito, nós pedimos as custas do precatório para receber a quantia que depositou, mas nós já acionamos o setor de segurança do tribunal. Já solicitamos a abertura de inquérito policial. O precatório precisa ser procurado pelo advogado recebe. Isso se trata de um estelionato”, disse.

Por meio de nota o TJ-PI se posicionou referente ao caso e informou que o órgão não estabelece nenhum contato solicitando nenhuma taxa para fornecer o pagamento de precatórios.

Confira a nota na íntegra:

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) informa a seus jurisdicionados que recebeu denúncia acerca de tentativa de golpe em credores que estão à espera do pagamento de precatórios no Piauí. Segundo a denúncia, já em averiguação pela Superintendência de Segurança do TJ-PI, estelionatários estariam entrando em contato com os credores e solicitando a realização de depósitos bancários para que os valores referentes aos precatórios sejam liberados.

Por conta disso, o TJ-PI reitera à sociedade piauiense que não envia e-mail ou faz ligações solicitando o pagamento de quaisquer taxas. Além disso, ressalta que os credores que têm direito ao pagamento de precatórios são comunicados exclusivamente via intimação judicial.

Para o esclarecimento de eventuais dúvidas, os interessados podem entrar em contato com a Coordenadoria de Precatórios do TJ-PI por meio do telefone (86) 32214877 ou acessar o endereço eletrônico www.tjpi.jus.br/portaltjpi/precatorio/. A Coordenadoria de Precatórios está localizada no subsolo do Palácio da Justiça (Praça Edgard Nogueira, S/N, Centro Cívico, Teresina).