Teresina - PI

Contador e jardineiros são indiciados por corte de árvores no Saci

O inquérito policial foi concluído pela delegada Edenilza Viana, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

O contador Charles Ramos Menezes e dois jardineiros irão responder na Justiça pelos crimes ambiental e dano ao patrimônio público após o corte de doze árvores na Praça Gentil Macêdo, no bairro Saci, zona sul de Teresina, ocorrido no dia 17 de fevereiro deste ano.

O inquérito policial foi concluído pela delegada Edenilza Viana, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, que informou ao GP1 na manhã desta quinta-feira (28), que como não foi possível realizar a prisão em flagrante, o caso irá para a Justiça. “O inquérito foi concluído, o caso vai para a justiça e a prisão vai depender do posicionamento do juiz”, completou.

  • Foto: Hélio Alef/GP1Várias árvores foram destruídas no localVárias árvores foram destruídas no local

Entenda o caso

Os moradores da Quadra 19 do bairro Saci, zona sul da Capital, amanheceram com uma situação que chamou a atenção de quem passava pela Praça Gentil Macêdo. Doze árvores foram cortadas e gerou insatisfação dos vizinhos no local.

Na segunda-feira (18), a Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) emitiu uma nota informando que a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente iria investigar o caso. Foi constatado que o corte foi realizado por dois jardineiros a mando de um contador identificado como Charles Ramon Menezes.

O mandante do crime, que mora na região há 46 anos, alegou que contratou os jardineiros para espantar os vândalos, usuários de drogas e alcoólatras. Em depoimento, um dos contratados revelou que foi pressionado por Charles.

“Os jardineiros prestam serviço no local a pedido da população e aí, de acordo com o que foi narrado pelo contador e confirmado pelos dois, um dos jardineiros estava de passagem no sábado quando foi chamado para realizar o corte das árvores da praça. Aí, no domingo, um usou uma moto serra e o outro o facão. Enquanto um cortava as árvores, os outros cortavam os galhos”, afirmou a delegada Edenilza Viana.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Veja o momento em que jardineiro corta árvores em praça no Saci

Câmara entrará com ação no MP para punir crime ambiental no Saci

Jardineiro diz que foi pressionado para cortar árvores no Saci