Teresina - PI

Corpo de Aretha Dantas é velado na casa do pai no bairro Bela Vista

Familiares chegaram a relatar que a jovem já havia sido agredida fisicamente por ele, a delegada Luana Alves, coordenadora do Núcleo de Feminicídio da Polícia Civil do Piauí, investiga o caso. 

Laura Moura
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Corpo de Aretha Dantas é velado em Teresina nesta quarta

O corpo da cabeleireira Aretha Dantas Claro, de 32 anos, foi velado na casa do pai na manhã desta quarta-feira (16), no bairro Bela Vista II, zona sul de Teresina. A mulher foi brutalmente assassinada na madrugada dessa terça-feira (15) e a família aponta o ex-companheiro de Aretha como principal suspeito.

Familiares chegaram a relatar que a jovem já havia sido agredida fisicamente por ele. A delegada Luana Alves, coordenadora do Núcleo de Feminicídio da Polícia Civil do Piauí, investiga o caso.

O tio de Aretha, Rubens Portela, contou que o crime foi uma surpresa para toda a família e que, nos últimos dias, não tinha notado nada de estranho na cabeleireira. “A Aretha era uma jovem muito feliz, muito social, que se relacionava muito bem com a família. O nosso sentimento é de tristeza, pois ela vai deixar um vácuo muito grande na nossa vida. Eu estive com ela no domingo pela tarde, no dia das mães, onde a Aretha foi visitar a minha mãe e os tios. Nesse dia, ela estava bastante feliz e tinha comemorado recentemente o aniversário. Eu descobri sobre o ocorrido por meio das redes sociais, mas a minha família já estava comentando. Inclusive, teve parente nosso que passou no local, mas não conseguiu identifica-la”, revelou.

O velório aconteceu na casa do pai da vítima, Aldir Claro, que é funcionário da Câmara dos Vereadores de Teresina. Edson Melo esteve presente no velório e lamentou a morte de Aretha. “O pai da vítima é funcionário da câmara. Ele trabalha lá há mais de 30 anos e, eu fiquei sabendo, que a Aretha também trabalhou na câmara quando era estagiária. É lamentável o que aconteceu. Por isso, nós viemos aqui prestar solidariedade ao Aldir e também chamar a atenção de um crime tão bárbaro que, infelizmente, está se tornando rotineiro na cidade, que é o feminicídio”, contou o vereador.

O sepultamento do corpo da cabeleireira Aretha Claro aconteceu no Cemitério do bairro Promorar.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Aretha Dantas era filha de um servidor da Câmara de Teresina

Polícia identifica mulher encontrada morta na Avenida Maranhão

Mulher morre após ser esfaqueada e atropelada na Avenida Maranhão

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB