Teresina - PI

Depre investiga clientes que compravam drogas no Bar do Marcelo

O delegado Menandro Pedro, titular da Depre, explicou que a investigação se dará através de alguns documentos encontrados no bar no ato da prisão.

THAIS GUIMARÃES
- atualizado

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia Especializada de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), vai investigar o envolvimento de outras pessoas no caso do empresário Marcelo Lima, preso no último domingo (05) sob acusação de tráfico de drogas em um bar de sua propriedade na avenida Miguel Rosa.

O GP1conversou com o delegado Menandro Pedro, titular da Depre. Ele explicou que a investigação se dará através de alguns documentos como cédulas de identidade, carteiras de habilitação e carteiras da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), encontrados no bar no ato da prisão.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegado Menandro PedroDelegado Menandro Pedro

“Essas pessoas deixavam os documentos empenhados como garantia de pagamento. Agora está tudo apreendido e vamos ouvir todas elas e fazer os Termos Circunstanciados”, declarou. De acordo com a Lei N.º 9.099/95, os Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) são registros de infrações de menor relevância e poder ofensivo.