Teresina - PI

DHPP identifica suspeitos de executar jovem com 7 tiros em Teresina

A vítima, identificada como Francimar Araújo Vieira da Silva, já tinha passagem pela polícia pelo crime de roubo majorado, ocorrido no ano de 2017.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Os policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP – já identificaram os prováveis suspeitos de envolvimento na morte do jovem Francimar Araújo Vieira da Silva, de 20 anos, que trabalhava como carroceiro, e foi executado com 7 tiros enquanto dormia com a esposa na madrugada desta terça-feira (11) em sua casa, em uma invasão próximo ao Residencial Jacinta Andrade, na zona norte de Teresina.

Os primeiros passos da investigação, conduzida pelos policiais do DHPP, apontaram para três suspeitos na cena do crime e a partir de agora o caminho está sendo traçado para se chegar até os autores da execução.

Alguns familiares estão sendo ouvidos na tentativa de identificar se a vítima possuía inimigos ou se estava sofrendo algum tipo de ameaça.

Francimar Araújo Vieira da Silva já tinha passagem na polícia por roubo majorado e corrupção de menores, ocorrido no ano de 2017. Na ocasião, ele havia sido preso em flagrante pelos policiais da Polinter e em dezembro do mesmo ano teve sua prisão preventiva revogada pela Justiça, por decisão da juíza Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Teresina.

O crime

Três bandidos armados invadiram uma casa no Residencial Jacinta Andrade na madrugada desta terça-feira (11) e executaram Francimar Araújo, de 20 anos. A Polícia Militar acredita em acerto de contas.

Segundo informações do sargento Marcos, do 13º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, o crime ocorreu por volta das 3h dessa terça-feira e a vítima estava junto com a companheira quando três homens invadiram o local. Ele sequer chegou a ser socorrido e a esposa não sofreu ferimentos.

Mais conteúdo sobre: