Dirceu Arcoverde - PI

Empresário é condenado a 100 anos de prisão por estuprar 3 irmãos no Piauí

A sentença foi dada, no dia 10 de abril, pelo juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, da 1ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O empresário Euclides Pereira foi condenado a 100 anos de prisão pelo crime de estupro praticado contra três irmãos na cidade de Dirceu Arcoverde, interior do Piauí. A sentença foi dada, no dia 10 de abril, pelo juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, da 1ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato.

Segundo denúncia do Ministério Público do Estado do Piauí, entre os anos de 2018 e 2019, no interior do estabelecimento comercial situado na localidade Olho D’água, município de Dirceu Arcoverde, o denunciado, agindo com consciência e livre vontade, praticou atos libidinosos contra os irmãos de 06 (3 vezes), 09 (duas vezes) e 10 anos de idade (cinco vezes).

A defesa de Euclides alegou que o inquérito policial está eivado de nulidade, pois tomou-se o depoimento do acusado sem a presença de advogado, não houve comunicado do flagrante, que a prisão não foi comunicada aos familiares do preso e não foi feito exame de corpo de delito.

Foi argumentado ainda que o fato que deu origem ao processo ocorreu quando o acusado estava banhando, as crianças pegaram R$ 300,00 do bolso de sua calça e entregaram para a mãe, tendo o acusado comunicado à Polícia Militar, o que levou o pai das crianças a devolver o valor, com isso, a mãe, que tinha se apoderado da importância, partiu para o revide, originando o presente processo.

Somadas todas as penas, o acusado foi condenado a 100 anos de reclusão, em regime fechado. Foi negado a ele o direito de recorrer à sentença em liberdade, mantendo sua prisão preventiva.

O magistrado determinou ainda a transferência do réu para a Penitenciária Gonçalo de Castro Lima (Vereda Grande), em Floriano, onde deverá ser iniciada a execução da pena.