Saúde

Espanha ultrapassa barreira dos 10 mil mortos por coronavírus

Um dia após bater a marca de 9 mil mortos, país europeu registrou 950 mortes em um dia, saltando para um total de 10.003 mortos.

Por  Estadão Conteúdo

Um dia após superar a marca de 9 mil mortos em decorrência do novo coronavírus, a Espanha voltou a bater o recorde de mortalidade diário, ultrapassando a barreira dos 10 mil mortos pela doença nesta quinta-feira, 2. De acordo com o ministério da saúde espanhol, 950 vítimas foram contabilizadas nas últimas 24 horas.

O boletim divulgado pelo ministério contabilizou 10.003 mortes até o momento. Já quanto ao número de casos confirmados, a autoridade aponta que já são 110.238.

Apesar da quebra de recordes sucessivas quanto ao número de mortos, o ritmo do avanço estagnou levemente. O aumento de mortes por dias vatiou 10,5%, percentual quase idêntico a variação observada na quarta-feira, 1, enquanto o número de casos confirmados teve uma leve desaceleração.

Quase 47 milhões de espanhóis se mantêm confinados desde 14 de março. Desde a última segunda-feira, o governo determinou a paralisação, por duas semanas, de todas as atividades econômicas não essenciais, para frear o contágio e evitar saturar os hospitais. Muitos já operam no limite nas zonas mais atingidas.

Madri e Catalunha, as duas regiões mais ricas e industrializadas do país, também são as áreas mais afetadas pela pandemia, concentrando o maior número de casos e de fatalidades.

Mais conteúdo sobre: