Saúde

'Estamos com três epidemias simultâneas', diz Ministério da Saúde

Segundo Wanderson de Oliveira, além do novo coronavírus, dengue e influenza também preocupam.

Por  Estadão Conteúdo

O secretário nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, declarou nesta quinta-feira (26) que o País enfrenta duas outras epidemias, além do surto do novo coronavírus. Ele lembrou que pela sazonalidade o Brasil também enfrenta no momento a dengue e a influenza, nome científico dado para a gripe.

"É um desafio fazer campanha de vacinação em momento que temos quarentena e isolamento em algumas cidades", disse.

Nesta semana, o governo iniciou a campanha de vacinação contra a gripe. A prioridade inicial é imunizar idosos e trabalhadores da área da saúde. Por conta do avanço do novo coronavírus, o Ministério da Saúde antecipou a campanha de vacinação que estava programada para 13 abril.

O secretário sugeriu que a população em isolamento social aproveite para limpar seus quintais com o objetivo de prevenir a dengue. Wanderson de Oliveira afirmou ainda que o Brasil tem os recursos necessários para a compra de testes do novo coronavírus, mas faltam insumos por parte da indústria. "O que falta é fornecedor", disse. Ele lembrou ainda que os exames só são recomendados para casos de pessoas com febre e sintomas respiratórios.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mortes por coronavírus no Brasil sobem para 77, diz Ministério da Saúde

Ministério da Saúde: coronavírus pode custar R$ 410 bilhões extras ao SUS