Teresina - PI

Família de Gabriel Brenno vai fazer manifestação em frente a fórum

"Amanhã vai ter audiência de custódia, ainda não sabemos o que o juiz vai decidir, mas eu espero que ele decida pelo cárcere dele, que ele permaneça preso”, disse a mãe de Gabriel Brenno.

Wanessa Gommes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Família de Gabriel Brenno vai fazer manifestação em Fórum

A mãe de Gabriel Brenno, que morreu no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) no dia 23 de julho após passar seis dias internado, conversou com o GP1 na tarde desta quarta-feira (07), sobre a prisão de Deivid Ferreira de Sousa, acusado de efetuar o disparo de arma de fogo que atingiu a cabeça do estudante.

Janaina Nogueira disse estar satisfeita com o trabalho realizado pela polícia e que espera que ele continue preso. “Eu me sinto satisfeita com o trabalho da polícia e aliviada por ele estar preso, amanhã vai ter audiência de custódia, ainda não sabemos o que o juiz vai decidir, mas eu espero que ele decida pelo cárcere dele, que ele permaneça preso e que ele pague pelo crime que cometeu”, afirmou.

Ela contou ainda que está organizando uma manifestação para a manhã desta quinta-feira (08), durante audiência de custódia do acusado. “Amanhã a partir das 7 horas vamos estar em frente ao fórum fazendo manifestação para que sensibilize o juiz que vai decidir pela prisão dele ou não. Eu espero que todos se sensibilizem e que amanhã participem dessa manifestação para gente pedir justiça”, declarou.

“O Gabriel não era só meu filho, ele era neto, irmão, era amigo, era namorado, era parceiro das amizades dele, ele era um menino maravilhoso e assim como meu filho foi tirado de mim bruscamente, outras mães por ai também já tiveram seus filhos tirados por coisas banais, por nada”, desabafou.

Questionada se pudesse ficar frente a frente com o acusado, Janaina disse o que falaria pra ele. “Eu iria perguntar para ele se resolveu o problema dele matar o meu filho, se ele estava satisfeito com o que ele fez, porque a maneira como ele fez, ele premeditou, ele não deu chance de defesa para o meu filho, ele executou e iria matar outras pessoas se tivessem aceitado ele como hospede”.

Prisão

Deivid Ferreira de Sousa, acusado de assassinar o estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, foi preso na manhã desta quarta-feira (07) no bairro Verde Lar, localizado na zona leste de Teresina.

Ele estava escondido no interior de uma residência, quando os policiais fizeram incursão no imóvel e deram voz de prisão ao mestre de obras, que foi encaminhado para a sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado Piauí (SSP-PI).

Deivid foi localizado após um trabalho em conjunto entre os investigadores do 1º DP com a Divisão de Capturas (DICAP) e a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, que deram cumprimento ao mandado de prisão expedido no último dia 23 de julho.

Relembre o caso

Gabriel Brenno foi baleado na cabeça na manhã do dia 17 de julho de 2019, em frente à pensão onde morava na Rua Paissandu, no centro de Teresina. De acordo com o 1º Batalhão da Polícia Militar, o autor do crime, identificado apenas como Deivid Ferreira de Sousa, de 34 anos, efetuou o disparo na vítima e se evadiu do local.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Acusado de matar Gabriel Brenno é preso no bairro Verde Lar

"Não tinha necessidade dele fazer isso”, diz pai de Gabriel Brenno

Estudante de 21 anos é baleado na cabeça na Rua Paissandu