Corrente - PI

Gladson Murilo diz que contas da prefeitura não estão bloqueadas

"Na realidade foi um erro de sistema, ontem estivemos com a conselheira Waltânia, entregamos toda a documentação, não devemos nada", declarou o prefeito.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O prefeito de Corrente, Gladson Murilo, afirmou ao GP1 nesta terça-feira (27) que as contas da prefeitura de Corrente não estão bloqueadas e que ocorreu um erro no Sistema Web do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE), mas que a situação foi regularizada.

No dia 22 de novembro, a conselheira Waltânia Maria Alvarenga, determinou o bloqueio das contas da Prefeitura de Corrente por inadimplência quanto ao recolhimento das contribuições previdenciárias no valor de R$ 2.803.816,26.

  • Foto: Facebook/Iracema PortellaCandidato a prefeito de Corrente, Gladson MuriloCandidato a prefeito de Corrente, Gladson Murilo

Segundo o prefeito, um erro no Sistema Web do TCE acabou não constando a prestação de contas. Ele afirmou que a situação já foi regularizada. “Na realidade foi um erro de sistema, ontem estivemos com a conselheira Waltânia, entregamos toda a documentação, não devemos nada. Foi um erro de sistema que foi resolvido, inclusive já foi dado comando de desbloqueio, acredito que nem foi mesmo bloqueado, pois nós detectamos o problema a tempo, encaminhamos tudo, eles verificaram tudo ontem. Conseguimos inserir no sistema e não tem nenhum débito da prefeitura de Corrente com a previdência”, afirmou.

Ele explicou que agora que a situação foi regularizada, não existe motivo para bloqueio. “Ficamos sabendo na quinta-feira, providenciamos tudo, todos os relatórios de pagamentos. Demos entrada lá e foi resolvido, na verdade não tinha problema, foi inconsistência no Sistema Web. Até ontem não tinha sido bloqueado e hoje tem com o comando de desbloqueio, então acredito que nem vai ser bloqueado. Inclusive ontem começamos a pagar os servidores”, destacou.