Rio Grande do Piauí - PI

Juiz decreta preventiva de pai acusado de espancar bebê no Piauí

Nos autos, o juiz Enio Gustavo referiu a atitude do acusado como desprezível, covarde e repugnante.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O juiz Enio Gustavo Lopes Barros, plantonista da Vara Núcleo de Plantão de Floriano, decretou a prisão preventiva de Wesley Soares Costa, acusado de espancar seu filho de apenas 3 meses no município de Rio Grande do Piauí no dia 21 de novembro. A decisão é do dia 24 deste mês.

Nos autos, o magistrado considerou que existem indícios suficientes que comprovam o crime cometido pelo acusado e referiu a atitude de Wesley Soares como desprezível, covarde e repugnante. “De início, cumpre destacar que a atitude do agressor narrada nos autos é, sobremodo, desprezível, covarde e repugnante, revelando-se em inequívoca gravidade concreta”, destacou.

  • Foto: Divulgação/PMWesley Soares Costa, vulgo PimpolhoWesley Soares Costa, vulgo Pimpolho

Entenda o caso

Wesley Soares Costa, de 22 anos, foi preso na sexta-feira (22), por volta das 15h40, na cidade de Rio Grande do Piauí, distante 387 km de Teresina. Segundo a Polícia Militar ele é o principal suspeito de espancar o filho identificado apenas iniciais H.S.S, de 3 meses.

A prisão de Wesley Soares foi confirmada ao GP1, pelo cabo Fernandes, da 3º Batalhão da Polícia Militar de Floriano. De acordo com o PM, o fato aconteceu na tarde de quinta-feira (21) em Rio Grande do Piauí.

Fratura craniana

Segundo o diretor técnico do Hospital Regional Tibério Nunes, Justino Moreira, a criança sofreu uma fratura craniana. Podendo talvez, ter sido arremessada.

“A criança sofreu várias fraturas no braço e no crânio. A pancada na região do crânio, foi um choque de alta energia. Para quebrar o osso de uma criança, que ainda tem as fontanelas abertas, teve que ser um grande impacto para quebrar, talvez ela tenha sido arremessada, foi um trauma grande. Tinha também várias fraturas consolidadas em outros locais, já tinham sido emendadas, na clavícula, no braço, na perna. Agora a criança ainda está na sala vermelha, mas não corre risco de morte, o estado de saúde é estável”, relatou o diretor técnico.

NOTÍCIA RELACIONADA

Pai é acusado de espancar bebê de 3 meses em Rio Grande do Piauí