Eleições 2018

Lula tem novo pedido para participar de debate negado pela Justiça

A emissora não aceitou o candidato a vice na capa de Lula, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), como representante do ex-presidente.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

A desembargadora Cláudia Cristina Cristofani, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou nesta quinta-feira (9) o pedido feito pelo Partido dos Trabalhadores para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pudesse participar de um debate entre os candidatos à Presidência.

O ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, que faz a defesa do partido, argumentou que o petista tem os mesmos direitos que os representantes dos outros partidos, mas a desembargadora, no entanto, acredita que a legenda não tem legitimidade para fazer a solicitação e nem avaliou seu mérito.

  • Foto: Márcio Fernandes/EstadãoLuiz Inácio Lula da SilvaLuiz Inácio Lula da Silva

“Os pedidos do impetrante se limitam à prática de atos pelo seu candidato diretamente relacionadas ao processo de pré-campanha e, de forma alguma, imiscuem-se nas particularidades do cumprimento provisório de pena que não estejam vinculadas ao processo eleitoral”, diz o recurso.

A desembargadora viu “abuso” no pedido do partido tendo em vista que o recurso já havia sido negado em primeira instância. “Ao forçar a reapreciação de postulações por incontáveis vezes, drena os recursos escassos do serviço público de resolução de litígios”, escreveu a desembargadora.

Debate

O primeiro debate dos presidenciáveis acontece nesta quinta-feira (9), às 22h na Band com mediação do jornalista Ricardo Boeachat. Irão participar os candidatos Jair Bolsonaro (PSL), Álvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e Geraldo Alckmin.

A emissora não aceitou o candidato a vice na capa de Lula, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), como representante do ex-presidente.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Edson Fachin homologa desistência de Lula em pedido de liberdade

Haddad e Manuela D'Ávila afirmam que vão defender ideias de Lula

Lula insiste para ter recurso julgado na Segunda Turma

Mais conteúdo sobre: