Teresina - PI

Maternidade Dona Evangelina Rosa é desinterditada pelo CRM

Francisco Macêdo, diretor da maternidade, disse que a instituição se adequou aos critérios estabelecidos pelo Conselho de Medicina, "nós já nos adequamos aos critérios do conselho".

Jeyson Moraes
Teresina
Liane Cardoso
Teresina
- atualizado

Na noite desta segunda-feira (04), uma reunião do colegiado do Conselho Regional de Medicina optou pela desinterdição ética da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), permitindo que o hospital volte a atender casos de todas as complexidades.

Em entrevista ao GP1, Francisco Macêdo, diretor da maternidade, disse que a instituição já se adequou aos critérios estabelecidos pelo Conselho de Medicina. “Nós já nos adequamos aos critérios do conselho, o compromisso agora é continuar de olho nas reformas que são necessárias na casa para manter um bom atendimento, que conquistamos nesse período de interdição”, contou o diretor.

  • Foto: Helio Alef/GP1Francisco Macedo, diretor da maternidade Francisco Macedo, diretor da maternidade

Ele ainda relatou que a maternidade está passando por algumas obras para a melhor funcionalidade dos serviços. “Nós vamos continuar fazendo as obras, mesmo depois da desinterdição, não estavam dentro dos itens elencados pelo conselho, mas que nós já antecipamos”, ressaltou.

A maternidade ainda emitiu uma nota anunciando a desinterdição.

Confira a nota da maternidade na íntegra

O Conselho Regional de Medicina (CRM), na noite desta segunda-feira (04) resolveu pela desinterdição da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), o que permitirá que a maternidade volte a funcionar em plena normalidade.

Antes da reunião do colegiado, a Presidente, Dra. Miriam Palha Dias, e membros do CRM estiveram reunidos com o secretário de Estado da Saúde Florentino Neto, com o diretor da MDER, o médico Francisco Macedo, é uma equipe de técnicos da Maternidade, da CGE e da SESAPI.

Durante a reunião a equipe técnica explanou tudo que foi feito para o cumprimento dos itens exigidos pelo CRM. O secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, destacou que foi elaborado um plano de providências que estão sendo cumpridos. “A MDER está com regularidade no abastecimento, fluxo financeiro restabelecido, reformas de várias alas e um projeto de continuas reformas que irá continuar", disse o secretário.

Florentino estabeleceu com o CRM o compromisso de junto ao Conselho Regional de Medicina estimular o fortalecimento do setor de obstetrícia em vários hospitais próximos a Teresina, além de continuar realizando vistorias continuas na Evangelina Rosa, afim do cumprimento de todos os regulamentos que dizem respeito ao funcionamento da unidade de saúde.