José de Freitas - PI

Pádua Andrade visita Barragem do Bezerro em José de Freitas

“Nosso objetivo principal é marcar a presença do Governo Federal, somos solidários ao povo do Piauí, principalmente com os municípios mais atingidos", disse o ministro.

WANESSA GOMMES
NAYRANA MEIRELES
DE TERESINA
- atualizado

Ministro Pádua Andrade em visita à Barragem do Bezerro

O ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua Andrade, está em José de Freitas visitando a Barragem do Bezerro, que correu risco de romper após as fortes chuvas que caíram no estado nos últimos dias. Ele está acompanhado do governador Wellington Dias, senador Ciro Nogueira, do diretor do Idepi, Geraldo Magela, dentre outros políticos e autoridades.

Segundo o ministro, a intenção é prestar apoio ao estado: “Nosso objetivo principal é marcar a presença do Governo Federal, somos solidários ao povo do Piauí, principalmente com os municípios mais atingidos. Viemos ver de perto, dar o nosso apoio, nosso conforto, principalmente as famílias desabrigadas, e de imediato a gente liberar os apoios necessários para reverter essa situação”, afirmou.

Pádua falou sobre projeto de liberação de recursos para o estado: “O projeto já está na fase final de conclusão, já marquei uma reunião de trabalho, na terça-feira, em Brasília, e tão logo esse projeto seja concluído a gente já começa as primeiras liberações para que seja feita essa reconstrução o mais rápido possível”, declarou.

Ele explicou ainda que existe uma ferramenta na qual os gestores podem solicitar uma ajuda mais rápida: “Existe um sistema, na Defesa Civil Nacional, que todos os municípios que estejam em situação difícil e precisando de ajuda do Governo Federal com resposta rápida, através da defesa civil, podem utilizar. O município tem que nos informar quais os problemas e o que ele está precisando, então, ele entra no sistema e tão logo a gente aprova, a gente prioriza”, explicou.

O governador Wellington Dias falou da importância da liberação dos recursos: “O ministro vai coordenar em Brasília esse encontro, e isso é fundamental para que possamos agir rapidamente, afinal de contas há necessidade de algumas medidas que fazem com que se dê solução para as pessoas saírem de áreas de abrigos, de escolas, enfim, para que possam voltar para a sua comunidade, para a sua habitação, essa integração é necessária considerando a gravidade da situação”, disse.

De acordo com o governador, ficou acordado que o que for aprovado no plano apresentado será liberado e atendido pelo Governo Federal.

O senador Ciro Nogueira agredeceu a visita do ministro, que é natural de Campo Maior: “Agradecer a disponibilidade de vir ao nosso estado, o senhor tem acompanhado os momentos difíceis, o senhor como conterrâneo tem visto esse momento difícil que essas populações ribeirinhas estão enfrentando. Fico muito feliz do senhor estar aqui hoje trazendo o olhar do Governo Federal nesse momento difícil do estado e eu tenho certeza que com sua atuação iremos diminuir muito o sofrimento dessas pessoas e recuperar a nossa infraestrutura, muito obrigado!”.

Após visitar a barragem, o ministro e demais autoridades foram até a Escola Monsenhor Carvalho Melo onde as famílias que foram retiradas das áreas de riscos estão alojadas.

Maria Deusimar, de 77 anos, mora há 12 anos na Barragem do Bezerro e está alojada na escola: “Eu estou bem, fui bem recebida aqui. Nós saímos de casa porque a Força do Exército foi nos buscar, porque na nossa casa não entrou água, mas como já estávamos com medo, saímos. Somos 6 pessoas”, relatou.