Mundo

Parlamento Europeu reconhece Guaidó como presidente da Venezuela

Instituição foi a primeira da Europa a apontar legitimidade do líder opositor, reiterando que novas eleições deverão ser convocadas no país.

Por  Estadão Conteúdo

O Parlamento Europeu reconheceu nesta quinta-feira, 31, o líder opositor Juan Guaidó como “presidente legítimo interino” da Venezuela. A decisão foi tomada após o fim do prazo dado pela União Europeia para exigir que Nicolás Maduro, presidente eleito, convocasse novas eleições.

Os parlamentares da Eurocâmara, uma das três instituições da União Europeia, aprovaram a resolução por 439 votos a favor, 104 contra e 88 abstenções. Eles pediram que a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, e os Estados-membros “adotem posição firme e comum”, reiterando que Guaidó terá reconhecimento europeu até a Venezuela realizar novas eleições transparentes.

  • Foto: Tv GloboJuan GuaídoJuan Guaído

Em 23 de janeiro, o líder opositor e presidente da Assembleia Nacional se proclamou presidente interino e prometeu instalar um governo de transição ao não reconhecer a posse do segundo mandato de Maduro, qualificando as eleições presidenciais de 2018 como fraudulentas.

A medida do Parlamento Europeu fará pressão para que os Estados do continente reconheçam Guaidó como o chefe de Estado venezuelano, movimento já feito pelos Estados Unidos, Brasil e outros países da América. Até então, a Europa pedia a convocação de novas eleições.

Rússia, China, Turquia, Irã e Síria anunciaram que as eleições de Nicolás Maduro foram legítimas e que não reconhecem a legitimidade de Guaidó. No domingo, vence o prazo dado por Espanha, Alemanha, França e Reino Unido para que Maduro convoque eleições. Estes países devem então reconhecer Guaidó, o que provavelmente aumentará o isolamento financeiro do chavismo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Nove países reconhecem Juan Guaidó como presidente da Venezuela

Bolsonaro reconhece Juan Guaidó como presidente da Venezuela

Trump reconhece Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela

Mais conteúdo sobre: