Campo Largo do Piauí - PI

Promotora quer anulação de concurso da Prefeitura de Campo Largo

A recomendação administrativa nº 30/2020 foi assinada pela promotora de Justiça Áurea Emília Bezerra Madruga, nesta terça-feira (19).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí expediu recomendação administrativa nº 30/2020, nesta terça-feira (19), para que o prefeito de Campo Largo do Piauí, Rômulo Aécio, anule o concurso público realizado em outubro de 2019 para preenchimento de cargos e rescinda contrato com a empresa Crescer Consultorias.

O MP argumentou que, no último dia 13 de maio, a Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DECCOR) encaminhou à Promotoria de Justiça de Porto ofício narrando que, durante a “Operação Dom Casmurro”, deflagrada em novembro de 2019, foram encontrados documentos demonstrando fortes indícios de que o concurso promovido pela empresa Crescer Consultorias no município de Campo Largo do Piauí foi fraudado, merecendo ser anulado. Também foram apresentadas folhas de gabarito que demonstram a fraude praticadas por candidatos.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Rômulo Aécio, Prefeito de Campo Largo do PiauíRômulo Aécio, Prefeito de Campo Largo do Piauí

Além disso, segundo o órgão ministerial, a investigação indicou que a Crescer Consultorias, junto a membros da Comissão Permanente de Licitação de diversos municípios, incluindo Campo Largo do Piauí, fraudou numerosos processos licitatórios, utilizando-se de cláusulas restritivas de competição que visavam a beneficiar essas empresas.

“Se comprovado que as irregularidades foram praticadas de forma consciente, visando a beneficiar uma parcela dos candidatos, conforme noticiado por alguns dos reclamantes, os responsáveis deverão se sujeitar às sanções da Lei de Improbidade Administrativa”, ressaltou a promotora de Justiça Áurea Emília Bezerra Madruga.

Outro lado

O prefeito Rômulo Aécio não foi localizado pelo GP1.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Operação Dom Casmurro: Empresas estão proibidas de realizar concursos

Empresas de concursos públicos são alvos da Operação Dom Casmurro