Saúde

Saiba como vai funcionar a abertura das atividades econômicas no Maranhão

A reabertura será feita aos poucos e dividida em etapas e setores, seguindo os protocolos sanitários e de segurança que serão aprovados pela Casa Civil.

Victória Xavier
Teresina
- atualizado

Durante pronunciamento nesta quarta-feira (20), o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), anunciou que a partir da próxima segunda-feira (25), o estado começará um processo ‘gradual e com segurança’ de liberação das atividades econômicas. A reabertura será feita aos poucos e dividida em etapas e setores, seguindo os protocolos sanitários e de segurança que serão aprovados pela Casa Civil.

De acordo com o governador Flávio Dino, a previsão é que a reabertura gradual da economia se estenda por 45 dias e que até domingo (24), será mantido no Maranhão o decreto que restringe atividades comerciais e a circulação de pessoas com o intuito de combater a pandemia do novo coronavírus.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador do Maranhão Flávio DinoGovernador do Maranhão Flávio Dino

A partir desta segunda-feira (25), empresas familiares estão autorizadas a serem reabertas. A determinação também vale para as pequenas empresas do Maranhão. Vale ressaltar que todos os estabelecimentos deverão seguir os protocolos de higiene, etiqueta respiratória e o uso de máscara.

"A partir do dia 25 de maio, nós vamos iniciar um processo gradual, com segurança, com a observância de normas sanitárias, de liberação das atividades econômicas. Esse processo iniciará a partir da próxima segunda-feira pelas empresas exclusivamente familiares, ou seja, estabelecimentos que trabalham somente o proprietário e pessoas do seu grupo familiar. Pequenas empresas que estejam situadas em qualquer cidade do Maranhão, menos no caso de shoppings", detalhou o governador.

Flávio Dino também destacou que a previsão para que os outros estabelecimentos sejam reabertos a partir do dia 1 de junho deste ano.

Casos de covid-19 no Maranhão

Segundo o último boletim, o Maranhão possui 16.058 casos confirmados de covid-19 e cerca de 663 pessoas já morreram devido a doença. Atualmente, 202 municípios possuem casos confirmados de coronavírus no estado.