Coronavírus no Piauí

Secretaria de Justiça do Piauí mantém suspensão de visitas em presídios

Além das visitas, também estão suspensos os recambiamentos interestaduais; as escoltas; os serviços de assistência religiosa e capelania; e as atividades educacionais.

Thais Guimarães
Teresina
- atualizado

A Secretaria de Estado da Justiça do Piauí (Sejus) prorrogou por mais 15 dias a suspensão das visitas sociais e íntimas em todas as unidades prisionais, por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A medida foi publicada no Diário Oficial do Piauí no dia 29 de junho.

Além das visitas, também estão suspensos os recambiamentos interestaduais; as escoltas, com exceção de requisições judiciais e situações de emergência; os serviços de assistência religiosa e capelania; e as atividades educacionais.

O atendimento de advogados e defensores públicos aos detentos fica autorizado, por meio de videoconferência, nos horários de 08h às 16h, observando o quantitativo máximo de atendimentos de três advogados e três defensores no turno da manhã três advogados e três defensores no turno da tarde.

“Deverá ser encaminhada a lista de advogados e defensores públicos pela OAB e Defensoria Pública, respectivamente, contendo os nomes e telefones destes, bem como, o nome dos internos, para a Diretoria de Unidade de Administração Penitenciária – DUAP”, diz a portaria.

A Sejus também suspendeu a entrega particular de gêneros alimentícios e materiais de higiene e limpeza por familiares dos internos e visitantes, como medida de prevenção a propagação do coronavírus.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sejus mantém suspenso recebimento de presos na Cadeia de Altos

Mais de 40 policiais penais estão curados da covid-19, diz Sejus