Lagoa do Piauí - PI

Segundo foco da peste suína é confirmado em Lagoa do Piauí

A doença, que atinge apenas os suínos, foi identificada em uma propriedade do município de Lagoa do Piauí, próximo ao local onde foi encontrado o primeiro foco da doença.

Cinara Taumaturgo
Teresina
- atualizado

O segundo foco de peste suína clássica (PSC) no Piauí foi confirmado pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi) nesse sábado (13). A doença, que atinge apenas os suínos, foi identificada em uma propriedade do município de Lagoa do Piauí, próximo ao local onde foi encontrado o primeiro foco da doença.

Segundo o Governo do Estado, o Grupo Especial de Atenção às Enfermidades Emergenciais ou Exóticas (Gease) da Adapi recebeu o laudo positivo da doença nessa sexta-feira (12). A partir disso, foram realizados os procedimentos previstos na legislação federal do Ministério da Agricultura.

Na propriedade, foram sacrificados ao todo 15 suínos. Somando aos seis primeiros animais abatidos do primeiro foco, totalizam-se 21 animais sacrificados até esse momento em todo o estado devido a peste suína clássica. Além disso, houve a sanitização de veículos, pessoas e objetos que tiveram contato com os porcos infectados.

A população deve ficar atenta aos sintomas da doença, que são: febre, depressão, conjuntivite, diarreia, hemorragia, manchas no corpo, letargia, ranger dos dentes, convulsões e dificuldades de locomoção. Caso identifique esses sintomas nos porcos, é preciso comunicar a Adapi para que sejam realizadas as medidas cabíveis.

Adapi: (86) 3221-7142 e 3222-4993

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Governo do Piauí toma medidas para erradicar peste suína

Ministério da Agricultura confirma foco da peste suína no Piauí