Piauí

Terceiro preso morre com suspeita de leptospirose no HUT

Segundo a Sejus, o detento estava internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), desde o dia 18 de maio..

Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

Um detento da Cadeia Pública de Altos, identificado como Jeferson Linhares Silva, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), morreu nessa sexta-feira (22), com suspeita de leptospirose. Ele é um dos internos da unidade prisional que passaram a apresentar um grave quadro infeccioso desde o dia 07 de maio de 2020.

Esse é o terceiro preso da Cadeia de Altos, que morre em menos de 15 dias, com suspeita de leptospirose, doença aguda grave transmitida por ratos. No dia 14 de maio, um preso de iniciais F. W. M. S morreu por conta de um quadro agudo de insuficiência renal, associado a septicemia e pneumonia. No dia 19 de maio, um identificado como Martoniel Costa Oliveira, morreu no HUT.

A causa morte de Jeferson Linhares não foi divulgada pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), que se limitou a informar apenas que o apenado veio a óbito por conta de um agravamento no seu quadro de saúde. Ele estava internado desde o dia 18 de maio.

Ministério Público investiga o caso

O GP1 teve acesso a um ofício emitido, nessa quinta-feira (21), pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), assinado pelo promotor Paulo Rubens Parente Rebouças, da 2ª Promotoria de Justiça de Altos, que narra os últimos acontecimentos relacionados a situação da Cadeia Pública de Altos, onde alguns detentos se encontram internados por problemas de saúde. O documento revela que dois apenados foram detectados com Leptospirose e um com Hepatite A. Um inquérito civil público foi instaurado para investigar o caso.

Detentos com mordidas de ratos

O GP1 recebeu informações de que, somente na última quarta (20), sete homens com suspeita de leptospirose deram entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Satélite em Teresina. Relatos atestam que alguns detentos tinham até mordidas de ratos nos pés.

Os detentos que deram entrada na UPA do Satélite estavam com febre alta, cefaleia (dor de cabeça), sangramento nasal, calafrios, olhos vermelhos e vômitos. Alguns tinham até sinais de mordidas de ratos na região dos pés.

Endossando a informação levantada por nossa reportagem, o presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, afirmou que mais de 100 detentos da Cadeia Pública de Altos estão apresentando problemas de saúde devido a uma infecção detectada na unidade no dia 7 de maio.

Outro Lado

A Secretaria de Estado da Justiça informa que o detento Jeferson Linhares Silva faleceu nesta sexta-feira (22), em decorrência de um agravamento no seu quadro de saúde. O detento estava internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), desde o dia 18/05.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Detentos da Cadeia de Altos dão entrada em hospital com mordidas de ratos

Detento da Cadeia Pública de Altos morre no HUT; 2º caso em 6 dias

Ministério Público do Estado diz que detentos estão com leptospirose