Teresina - PI

Wellington Dias afirma que poucos suplentes serão convocados

"Vai ter uma redução muito grande [na quantidade de suplentes chamados]”, avisou o governador ao GP1.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

Os aliados estão ansiosos para ter acesso ao teor da reforma administrativa que está sendo trabalhada pelo governador Wellington Dias (PT-PI). Durante entrevista ao GP1 na sexta-feira (08), o governador antecipou que vai convocar um número bem inferior de suplentes para tomar assento tanto na Câmara Federal, quanto na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

A ideia, a priori, é que apenas o deputado federal Fábio Abreu (PR) seja convocado para reassumir a secretaria de Segurança Pública do Estado. Na Alepi, comenta-se que os chamados também serão poucos.

  • Foto: Hélio Alef/GP1Wellington DiasWellington Dias

“Incialmente estamos tratando de não iniciar o Governo sem chamar os membros da Alepi e Câmara, como eu já tinha comunicado. Além do mais, esperamos ter a conclusão da reforma para que lá na frente possamos discutir. Mas, vai ter uma redução muito grande [na quantidade de suplentes chamados]”, avisou o governador.

Reforma

O governador Wellington Dias informou à nossa reportagem que na próxima segunda-feira (11) deverá fazer uma revisão geral no texto da reforma administrativa para que na terça-feira (12) ou quinta-feira (14), encaminhe a proposta para a Assembleia Legislativa.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington Dias destaca pontos da reforma administrativa

Wellington aponta mudanças na Segurança após reforma administrativa

Wellington Dias afirma que fará "administração com sacrifícios"

Mais conteúdo sobre: