Coronavírus no Piauí

Wellington Dias divulga 5ª rodada de monitoramento da covid-19 no Piauí

Conforme a pesquisa, a taxa de transmissibilidade de coronavírus passou de 2.8 para menos de 1, mais precisamente, 0.9.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O governador do Piauí Wellington Dias (PT) divulgou, nesta quinta-feira (04), a 5ª rodada da pesquisa para monitorar a evolução dos casos de Covid-19 no Piauí. A sondagem realizada entre os dias 30 de maio a 02 de junho, mostrou a redução da taxa de transmissibilidade de coronavírus. Conforme os dados, o número passou de 2.8 para menos de 1, mais precisamente, 0.9.

“Para exemplificar, uma pessoa no início da infecção, a pessoa infectada transmitia para três, agora uma pessoa está transmitindo para menos de uma, ou seja, o índice passou de 4 mil pessoas que transmitiram para 17 mil, de 36 mil para 66 mil e, por fim, 87 mil. Embora tenha um crescimento nominal, mas em uma proporção menor em cada pesquisa. A tendência de abril até agora é que já poderíamos ter 120 mil pessoas com o vírus”, disse o governador.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington Dias Governador Wellington Dias

Wellington Dias falou ainda que os resultados positivos são um somatório de medidas que, aliadas ao isolamento social, surtiram efeito para reduzir a taxa de transmissibilidade do vírus.

“Somado ao isolamento social, as medidas de higiene pessoal levaram a essa diminuição. As pessoas passaram a usar máscaras, lavar as mãos, usar álcool em gel, manter o distanciamento social. Mais de 90% dos piauienses seguiram essas orientações”, disse Wellington.

Flexibilização do comércio

Sobre previsões acerca do início da flexibilização das atividades econômicas, o governador demonstrou entusiasmo com os números mostrados, mas voltou a dizer que essa decisão será tomada em conjunto com o Comitê Científico da Covid-19.

“Quem vai tomar essa decisão no sábado [06] é o Comitê Emergencial Covid-19 do Piauí. Temos que ter um parecer cientifico, com protocolos considerando a redução da transmissibilidade, ter a redução nessa parte relacionada a ocupação de leitos de UTI e clínicos. Número abaixo de 50%. Assim a gente vai ter um ambiente para tomada de decisão que pode permitir alguma flexibilização, começar em um patamar mais reduzido, não abrir tudo ao mesmo tempo. Estamos com esperança de que tudo que estamos fazendo está dando resultado”, falou o governador.

NOTÍCIA RELACIONADA

Wellington sinaliza reabertura do comércio após queda na transmissão do coronavírus