Entretenimento

Whindersson Nunes é acusado de defender Carrefour após morte de cão

Os seguidores acusaram o youtuber de defender a rede de supermercados, após utilizar a apalavra “despreparado” para fazer referência ao segurança suspeito de cometer o crime.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Na tarde dessa quarta-feira (4), após a repercussão do caso do cachorro morto a pauladas por um segurança da empresa Carrefour em São Paulo, o youtuber Whindersson Nunes se pronunciou através de um tweet e se tornou alvo de polêmicas por sua declaração.

Os seguidores acusaram o youtuber de defender a rede de supermercados, após utilizar a apalavra “despreparado” para fazer referência ao segurança suspeito de cometer o crime.

“Vale lembrar que não é a empresa inteira que tem culpa. Aconteceu no Carrefour de Osasco, um cachorro foi morto a pauladas por um segurança despreparado”, escreveu o youtuber. Devido à repercussão negativa entre seus seguidores, o youtuber excluiu a postagem e, em seguida, fez uma nova publicação para explicar o mal-entendido. “A galera lê como quer, aí é f***, disse Whindersson.

  • Foto: DivulgaçãoWhindersson NunesWhindersson Nunes

Depois do esclarecimento reforçou suas atitudes em relação aos animais. “Fico triste porque, mesmo depois de falar várias coisas certas e ajudar animais com minhas ações as pessoas, por causa de um tweet, que me expressei mal, metem o pau em mim”, completou.

Após as explicações dadas pelo youtuber, Whindersson Nunes chegou a discutir com um de seus seguidores, por ter sido chamado de arrogante, ao listar seus trabalhos voluntários.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

UFPI repudia morte de cachorro a pauladas no Carrefour em SP

Morte de cão agredido por funcionário gera revolta contra Carrefour

Mais conteúdo sobre: