GP1

Teresina - Piauí

Capitão Allison Wattson tentou lavar carro sujo de sangue

O cabeleireiro Jean carlos, pai de Camilla Abreu, fez mais um desabafo à imprensa na manhã dessa terça-feira (31), após a Polícia Civil do Piauí confirmar a morte de sua filha.

O cabeleireiro Jean carlos, pai de Camilla Abreu, fez mais um desabafo à imprensa na manhã dessa terça-feira (31), após a Polícia Civil do Piauí confirmar a morte de sua filha. A família da moça está bastante angustiada pelo fato de o corpo ainda não ter sido encontrado.

Jean Carlos falou que teve informações de que o capitão Allisson Wattson da Silva Nascimento foi visto no sábado (28) na Avenida Maranhão, em um posto de lavagem nas margens do rio Parnaíba, a fim de lavar seu veículo, um Corolla azul. “Ele pediu para lavar o carro dele, o rapaz [que lava veículos] olhou o banco da frente e estava todo sujo de sangue e não quis lavar, aconselhou ele a trocar o estofamento. Ele disse que tinha socorrido umas vítimas de acidente, depois tivemos notícias de que ele esteve em uma loja na Avenida Miguel Rosa e trocou o banco do carro, fomos até essa loja nessa segunda-feira (30), mas estava fechada”, afirmou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Jean Carlos, pai da jovem Camilla Abreu Jean Carlos, pai da jovem Camilla Abreu

Em entrevista à TV Meio Norte, Jean Carlos questionou o superior do capitão Allisson Wattson. A seu ver, no dia em que o policial se apresentou no 8º Batalhão, onde é lotado, seu comandante deveria ter tomado alguma providência, considerando que Camilla desapareceu após ser vista pela última vez em sua companhia, na quarta-feira (25).

  • Foto: FacebookAllisson e Camilla AbreuAllisson e Camilla Abreu

“Quinta-feira esse rapaz faltou ao serviço no quartel e na sexta ele foi devolver a pistola. A meu ver, acho que o comandante devia ter segurado ele, já que havia vários indícios que ele tinha aprontado alguma coisa”, declarou.

Equipes da Delegacia de Homicídios realizam buscas em Teresina, a fim de encontrar o corpo de Camilla.

Morte confirmada

O delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador da Delegacia de Homicídios, confirmou a morte de Camilla na manhã dessa terça-feira (31), no entanto, seu corpo ainda não foi encontrado. Equipes da Polícia Civil do Piauí realizam buscas em Teresina. Barêtta informou que o capitão Allisson deve ser ouvido nessa quarta-feira (01).

Desaparecimento

Camilla desapareceu na última quarta-feira (25). A estudante de direito foi vista pela última vez na zona leste de Teresina, em companhia do namorado, o capitão da Polícia Militar do Piauí, Allisson Wattson da Silva Nascimento, lotado no 8º Batalhão da PM. Allisson se apresentou na Corregedoria da PM-PI, onde prestou depoimento e teve sua arma de fogo apreendida.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.