GP1

Teresina - Piauí

TRE reprova contas do Partido Rede e suspende fundo partidário

A sessão foi dirigida pelo presidente do TRE-PI, Desembargador Sebastião Ribeiro Martins.

Nesta quarta-feira (28) o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TER-PI) desaprovou as contas do Diretório Estadual do Partido Rede Sustentabilidade referente ao exercício financeiro de 2016. A reprovação foi decidida em unanimidade e em dissonância com o parecer do Procurador Regional Eleitoral, Patrício Noé da Fonseca.

Conforme a análise técnica realizada pela Coordenadoria de Controle Interno do TRE-PI (Cocin), a prestação de contas do partido consta que não foram apresentados extratos bancários, notas explicativas, demonstrativo de receitas e gastos, comprovantes contábeis, recibos eleitorais das doações financeiras recebidas e dos comprovantes das transferências online, certidão de regularidade do Conselho Regional de Contabilidade, comprovante de propriedade de imóvel e termo de doação referente aos serviços de advocacia.

Ainda na decisão unanime foi determinado pelo TRE-PI a suspensão do repasse das cotas do fundo partidário até que a agremiação do partido esclareça a origem dos recursos que foram identificados como irregulares, com isso o TRE-PI entendeu que as prestações de contas apresentadas foram desaprovadas.

A sessão foi dirigida pelo presidente do TRE-PI, desembargador Sebastião Ribeiro Martins e o relator do processo foi o juiz Astrogildo Mendes de Assunção Filho.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.