GP1

Inhuma - Piauí

Idosa de 111 anos está entre os óbitos por covid-19 em Parnaíba

O levantamento feito pela secretaria concluiu ainda outro dado relevante, que constatou que todas as vítimas possuíam comorbidades.

Uma idosa de 111 anos, da cidade de Parnaíba, está entre um dos nove pacientes que não resistiram a covid-19 e foram a óbito no estado do Piauí, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), na noite dessa quarta-feira (09).

De acordo com a Sesapi, além da idosa, seis homens e mais duas mulheres morreram vítimas da doença, todos idosos, com exceção de um morador do município de Jurema, que tinha 42 anos. Os demais tinham 84 anos (Aroazes), 68 anos (José de Freitas), 89 anos (Monte Alegre do Piauí) e 66 anos e 84 anos (de Teresina). As vítimas do sexo feminino tinham 66 anos (Avelino Lopes) e 84 anos (Floriano).

O levantamento feito pela secretaria concluiu ainda outro dado relevante, que constatou que todas as vítimas possuíam comorbidades, fator que pode ter contribuído com a evolução grave da doença nos pacientes.

Dados da covid-19 no Piauí

Boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) na noite desta quarta-feira (09) informou que o número de óbitos por covid-19 (coronavírus) no estado subiu de 2.695 para 2.704 e a quantidade de casos confirmados passou de 132.718 para 133.336. Foram 9 mortes nas últimas 24 horas e 618 novos casos, sendo que grande parte destes é de dias anteriores, conforme a Sesapi.

De acordo com o boletim, das 133.336 pessoas que contraíram o vírus no Piauí desde o início da pandemia, 130.202 já estão curadas e 291.152 casos foram descartados, após a realização de testes rápidos e exames no Laboratório Central do Piauí (Lacen).

NOTÍCIA RELACIONADA

Piauí chega a 2.704 mortes em decorrência da covid-19, diz Sesapi

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.