GP1

Teresina - Piauí

Wellington Dias promete entrega de nova maternidade para julho de 2021

De acordo com o governador, a obra custará, ao todo, R$ 142 milhões e a estrutura, depois de concluída, contará com 286 leitos.

Lucas Dias/GP1 1 / 9 Visita a nova maternidade de Teresina Visita a nova maternidade de Teresina
Lucas Dias/GP1 2 / 9 Wellington Dias conversa sobre obra da nova maternidade de Teresina Wellington Dias conversa sobre obra da nova maternidade de Teresina
Lucas Dias/GP1 3 / 9 Governador Wellington Dias visita obras da nova maternidade de Teresina Governador Wellington Dias visita obras da nova maternidade de Teresina
Lucas Dias/GP1 4 / 9 Wellington Dias, acompanhado de autoridades visita obras da nova maternidade de Teresina Wellington Dias, acompanhado de autoridades visita obras da nova maternidade de Teresina
Lucas Dias/GP1 5 / 9 Wellington Dias acompanha avanço das obras da nova maternidade de Teresina Wellington Dias acompanha avanço das obras da nova maternidade de Teresina
Lucas Dias/GP1 6 / 9 Obras da nova maternidade de Teresina avançam Obras da nova maternidade de Teresina avançam
Lucas Dias/GP1 7 / 9 Wellington acompanhado de autoridades em visita a nova maternidade de Teresina Wellington acompanhado de autoridades em visita a nova maternidade de Teresina
Lucas Dias/GP1 8 / 9 Wellington Dias ao lado de Rejane Dias em visita a obras da nova maternidade de Teresina Wellington Dias ao lado de Rejane Dias em visita a obras da nova maternidade de Teresina
Lucas Dias/GP1 9 / 9 Florentino Neto Florentino Neto

O governador Wellington Dias (PT) e o secretário de Saúde Florentino Neto visitaram na manhã desta sexta-feira (21) as obras da nova maternidade de Teresina. A previsão é de que até final de março mais um pavimento esteja finalizado e que a maternidade seja entregue à população em julho de 2021. A obra, que possui investimentos estaduais e federais, fica localizada na Avenida Presidente Kennedy, zona leste de Teresina.

“Saio daqui feliz porque a visita é justamente para ver o andamento das obras e aqui temos uma obra que cumpre regularmente o planejamento traçado. Vamos ter uma parte de estrutura já pronta agora no final do ano e vamos finalizar com equipamentos, com toda a mobília, a estruturação, quadro de pessoal, para inaugurar e funcionar, se Deus quiser, em julho do próximo ano”, afirmou o governador.

De acordo com o governador, a obra custará, ao todo, R$ 142 milhões e a estrutura, depois de concluída, contará com 286 leitos. Além desses, 45 leitos de Cuidados Intermediários e 20 de leitos Intermediários Canguru, que é um espaço para acolhimento de mãe e bebê, permitindo que a mãe fique mais próxima do filho. O objetivo é um cuidado especializado que será frente de combate à mortalidade materna no Piauí.

O secretario Florentino Neto destacou que 23% da obra já foi executada. “Estamos com 23% da obra executada, a parte estrutural, que é a parte que mais demanda tempo em uma construção, está quase concluída, já vamos para a sétima laje e nós estamos nesse momento trabalhando para que a gente possa começar o processo licitatório para compra dos equipamentos”, disse.

Além de emendas parlamentares dos deputados federais Assis Carvalho (PT) e Iracema Portella (PP), o senador Marcelo Castro (MDB) articulou o envio de R$ 51 milhões para a compra de equipamentos para a nova maternidade.

“O senador Marcelo Castro coordenando todo o trabalho do Orçamento, garantiu em articulação com a bancada R$ 51 milhões para a compra dos equipamentos e estamos trabalhando fortemente para que a gente possa concluir a obra física concomitantemente com os equipamentos para montar”, continuou Florentino.

Hospital Geriátrico

Para ações futuras, o governador afirmou que onde atualmente fica a maternidade Dona Evangelina Rosa, intenção é que se transforme uma parte em um centro especializado em geriatria.

“E hoje aqui tomei uma decisão: de que ali onde está hoje a maternidade Evangelina Rosa também vamos fazer um investimento retirando aquela parte que é tipicamente provisória, que é do hospital montado, e trabalhar uma estrutura permanente para um hospital voltado para os idosos, um hospital moderno de geriatria”, disse Wellington Dias.

Ainda de acordo com o governador, é necessário pensar meios especializados para cuidar de pessoas idosas e que é algo que vem sendo feito mundialmente.

“Crianças, mulheres e idosos, esse é um novo conceito no mundo. Se você vai a qualquer país, percebe que há um crescimento da população idosa e, assim como em relação a saúde da mulher e da criança, existem particularidades que precisam ser trabalhadas de modo especial”, finalizou o governador.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Nova maternidade de Teresina deverá ser entregue antes do prazo

Wellington Dias visita obra de construção de nova maternidade

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.