GP1

Teresina - Piauí

Fábio Sérvio mantém pré-candidatura à Prefeitura de Teresina

A informação foi confirmada ao GP1 na manhã dessa segunda-feira (31) pela presidente estadual do partido, Marilene Aguiar.

O empresário Fábio Sérvio (Pros) afirmou que segue como pré-candidato à Prefeitura de Teresina. A reafirmação veio depois de Sérvio ter sido convidado pelo ex-senador João Vicente Claudino (PTB) para ser vice de outro postulante ao Palácio da Cidade, o deputado federal Fábio Abreu (PL). A informação foi confirmada ao GP1 na manhã dessa segunda-feira (31) pela presidente estadual do partido, Marilene Aguiar.

Marilene confirmou que houve uma conversa no sentido de entendimento entre o Pros e o PL, mas que em evento da sigla no último sábado (29), Sérvio confirmou sua pré-candidatura a prefeito.

  • Foto: Reprodução/PROSMarilene Aguiar e Fábio SérvioMarilene Aguiar e Fábio Sérvio

“Sim, houve a conversa, mas o Fábio segue firme na pré-candidatura. No sábado ele foi ao evento e foi aclamado por todos. Fez um discurso emocionante e está firme, mantendo a pré-candidatura a prefeito”, destacou Marilene.

Vice

Marilene disse ainda que Sérvio é quem está conversando sobre a composição de sua chapa quanto a vaga de vice. Ainda sem decisão, a presidente do Pros não descarta a possibilidade de uma chapa pura. “O Fábio está nesta articulação, mas se não houver entendimento com outros partidos, sairemos chapa pura’, finalizou.

Evento

No sábado (29) o partido organizou um evento no salão do Blue Tree e empossou a Liamara Alencar como presidente municipal do Pros Mulher. Na oportunidade foram realizados cursos de capacitação para os pré-candidatos a vereadores do partido.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fábio Sérvio diz que deve anunciar vice no início de julho

“Não temos plano B”, diz Marilene sobre possível saída de Sérvio

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.