GP1

Teresina - Piauí

Justiça manda soltar PM acusado de receber propina em Teresina

Na mesma decisão, o juiz recebeu a denúncia do Ministério Público Militar contra o policial militar.

O juiz de direito da 9ª Vara Criminal de Teresina, Raimundo José de Macau Furtado, recebeu denúncia do Ministério Público Militar contra o cabo da Polícia Militar do Piauí, Adilson Alves Ferreira, pelo crime de corrupção passiva. Na decisão do dia 17 de novembro foi concedida ainda liberdade provisória ao policial.

O policial militar foi preso, no dia 9 de novembro, acusado de receber propina de um motociclista durante uma blitz na zona sul de Teresina, tendo a sua prisão convertida em preventiva pelo juiz Raimundo José de Macau Furtado no dia seguinte.

A liberdade provisória foi concedida mediante cumprimento das seguintes medidas: tomar ocupação, comparecendo normalmente ao expediente onde servir; não se ausentar do município de sua residência, por mais de oito dias, sem autorização do juiz, não mudar de residência, sem prévio aviso, não andar armado, a não ser em serviço e não se envolver em outro delito.

O benefício concedido poderá ser revogado, caso o policial deixe de cumprir quaisquer das obrigações estabelecidas, ou venha a praticar qualquer ato contra as leis, os bons costumes e a disciplina militar.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.