GP1

Teresina - Piauí

Wellington Dias afirma que impasse com PL só será resolvido em 2022

"Vamos trabalhar com muita tranquilidade, respeitando os líderes do PL que são importantes", afirmou.

O governador do Piauí Wellington Dias (PT-PI) disse ao GP1, nesta segunda-feira (29), que apenas no início do ano serão adotadas as principais decisões em relação ao destino de líderes e partidos que compõem a base do Governo. O chefe do Palácio de Karnak demonstrou otimismo e afirmou estar animado com o time que vem sendo montado para a disputa de 2022.

Ainda conforme Wellington, a situação dos correligionários do PL será tratada com cautela e só será resolvida no ano que vem. Para ele, a prudência é necessária para encontrar a saída correta e evitar impasses que possam prejudicar as estratégias planejadas.

Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington Dias
Governador Wellington Dias

“Seguimos conversando e agora no começo de 2022, no ano eleitoral é que vamos ter as principais tomadas de decisões, sobre filiações, chapa. Estou animado acho que é uma conjuntura bastante favorável tanto a nível estadual como federal e espero bons resultados”, disse o governador.

“Estamos dialogando com o PL e vamos trabalhar isso com muita tranquilidade e cuidado e respeitando os líderes do PL que são importantes. Temos até o começo de abril para tomar uma decisão que seja o melhor para a estratégia nacional e estadual”, completou Dias.

Filiação

Existe um clima de inquietação no PL do Piauí por conta da filiação do presidente Jair Bolsonaro que ocorrerá nesta terça-feira (30). Isso porque, os liberais piauienses são aliados de primeira hora de Wellington Dias que é do PT, sigla adversária de Jair Bolsonaro.

Com o chefe do Palácio do Planalto, os membros piauienses do PL temem sofrer retaliações futuras, embora, o presidente nacional da legenda, Valdemar Costa Neto, tenha prometido autonomia para o Partido Liberal no Estado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.