GP1

Piauí

Bandido é condenado a 20 anos de prisão por matar empresário em Teresina

A sentença da juíza Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho foi dada no dia 21 de abril.

A juíza Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, condenou Gleison Lima da Silva a 20 anos de prisão pelo latrocínio (roubo seguido de morte) contra o empresário Paulo Wellington Alvarenga Júnior, mais conhecido como "Louro", no bairro Alto da Ressurreição, em 2019. O julgamento aconteceu no dia 21 de abril.

A magistrada destacou na sentença que “o ato do acusado de adentrar no estabelecimento comercial da vítima e ceifar sua vida é uma agressão injusta, sendo permitida defesa contra tais ações, não se podendo, portanto, o réu se colocar em posição de vítima frente ao crime por ele cometido”.

Foto: Divulgação/Polícia CivilGleison Silva Lima
Gleison Silva Lima

Para a juíza, a ação de Gleison extrapolou a atitude de quem pretende somente subtrair bens com a efetuação de disparo em direção à pessoa da vítima ficando clara a vontade de lhe ceifar a vida.

Gleison então foi condenado pelo crime de latrocínio consumado a 20 anos de prisão e pagamento de 25 dias-multa, na razão unitária de 1/30 do valor de um salário-mínimo vigente à época dos fatos, corrigida monetariamente, devendo ser paga no prazo de 10 dias, após o trânsito em julgado.

A pena deverá ser cumprida em regime fechado na Penitenciária Irmão Guido. Foi negado ainda ao condenado o direito de recorrer da sentença em liberdade.

Relembre o caso

Paulo Wellington Alvarenga Júnior, mais conhecido como "Louro", morreu após ser atingido com um tiro no ombro durante uma tentativa de assalto, no dia 24 de setembro de 2019, em seu estabelecimento, um ponto de venda de frango, situado na Avenida Mirtes Melão, no bairro Alto da Ressurreição, zona sudeste de Teresina.

Foto: DivulgaçãoComerciante Louro
Comerciante Louro

Segundo informações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu por volta de 13h.

A vítima ainda chegou a ser encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Renascença, mas não resistiu ao ferimento.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.