GP1

Teresina - Piauí

Quadrilha acusada de clonar veículos é presa em condomínio no Ininga

No local, a Polícia Civil conseguir apreender motocicletas, celulares, computadores e documentos.

Uma quadrilha formada por quatro pessoas acusadas de assalto de veículos, clonagem de carros e falsificação de documentos, foi presa na tarde desta sexta-feira (09), por volta de 17h, em um apartamento alugado no condomínio Privilege Residence, no bairro Ininga, na zona leste de Teresina.

Em entrevista ao GP1, o titular do 13º Distrito Policial, delegado Odilo Sena, informou que as prisões são resultado de uma investigação iniciada quando um dos integrantes do grupo foi preso no Departamento de Transito do Piauí (Detran) tentando fraudar um veículo de modelo Volkswagen Tiguan, que já era emplacado com documentação de São Paulo e que estava sendo vendido por preço abaixo do normal.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Delegado Odilo Sena
Delegado Odilo Sena

“A gente fez uma detenção hoje pela manhã em relação a uma fraude em um veículo que vale no mínimo 143 mil reais, estava zerado sendo vendido a 110 mil reais e descobrimos que a documentação era de um automóvel que teria sido emplacado em São Paulo”, informou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, após o suspeito ser detido no Detran, ele prestou depoimento e em seguida a Polícia Civil seguiu em diligências e conseguiu capturar outros três suspeitos, que estavam em um apartamento alugado no Privilege Residence, onde moravam.

“Com essas informações iniciais conduzimos esse rapaz para à delegacia, fizemos o interrogatório e após isso, conseguimos chegar a mais três pessoas que devem fazer parte do mesmo grupo e todos eles são suspeitos de realizarem esses crimes de assaltos de veículos, clonagem de carros, falsificação de documentos, tudo isso vai ser verificado porque capturamos esse pessoal rapidamente”, detalhou.

No local, a Polícia Civil apreendeu motocicletas, celulares, computadores e documentos. Todos os quatro presos foram levados à Central de Flagrantes de Teresina e passarão a ser investigados.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.