GP1

Teresina - Piauí

Jovem morto a caminho do trabalho é sobrinho de jogador do River

Jonas Machado dos Santos, 21 anos, foi assassinado quando tentava fugir de um assalto no Renascença.

O entregador Jonas Machado dos Santos, 21 anos, que foi assassinado com quatro tiros ao tentar fugir de um assalto na manhã desta quinta-feira (27), no bairro Renascença, é sobrinho do atacante Fabinho, do River.

Em solidariedade ao atleta, o clube emitiu uma nota, lamentando a morte do jovem entregador. “O River Atlético Clube, vem através desta nota se solidarizar com a família do atacante Fábio Alves, o Fabinho, que na manhã desta quinta-feira (27), perdeu um sobrinho, assassinado durante uma tentativa de assalto na zona sudeste de Teresina”, diz trecho da nota.

Foto: Reprodução/FacebookJonas Machado dos Santos
Jonas Machado dos Santos

O River prestou ainda condolências a Fabinho e seus familiares. “Ao Fabinho e toda sua família, nossas condolências e desejo de que Deus conforte o coração de seus familiares”, finaliza a nota.

O crime

Jonas Machado dos Santos estava indo trabalhar de bicicleta, e tentou fugir de dois criminosos que estavam realizando assaltos, momento em que os bandidos atiraram contra ele. Jonas foi atingido com quatro tiros, dois nas costas, um no braço e outro na cabeça.

Jonas Machado trabalhava como entregador em um mercadinho. Os criminosos que cometeram o crime ainda não foram localizados.

Confira a nota do River na íntegra:

O River Atlético Clube, vem através desta nota se solidarizar com a família do atacante Fábio Alves, o Fabinho, que na manhã desta quinta-feira (27), perdeu um sobrinho, assassinado durante uma tentativa de assalto na zona sudeste de Teresina.

Ao Fabinho e toda sua família, nossas condolências e desejo de que Deus conforte o coração de seus familiares.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.