GP1

Teresina - Piauí

Gatos são queimados vivos em praça no bairro Mafuá

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.

Dois gatos morreram e 25 ficaram feridos após serem queimados vivos por uma pessoa ainda não identificada na praça que fica próximo ao Mercado do Mafuá, na zona norte de Teresina. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

Em entrevista à imprensa nesta quarta-feira (18), o titular da DPMA, delegado Emir Maia, informou que não é a primeira vez que recebe denúncia de crimes nesse sentido naquela região. Ele afirmou que já existe uma Verificação Preliminar de Informação (VPI) em aberto, para apurar uma ocorrência anterior.

“Recebemos hoje essa triste notícia da morte desses gatos, nós já temos uma VPI instaurada que apura a mortandade de gatos na Praça do Mafuá. Requisitamos exame pericial no local do crime e os animais vivos foram encaminhados ao Centro de Zoonoses, uma vez que nós não temos um abrigo na cidade de Teresina, e os mortos foram encaminhados para perícia criminal, a fim de serem submetidos a exame cadavérico”, detalhou.

Os gatos que sofreram o ataque ficavam em um abrigo improvisado por protetores de animais, que cuidavam dos bichos e colocavam alimentos no local, como é possível ver no vídeo divulgado pela protetora Raissa Rocha.

Suspeito

Ainda segundo o delegado Emir Maia, a polícia já trabalha com um suspeito de cometer o crime. “Nós já temos um suspeito, de uma VPI antiga que se encontra em andamento. Trata-se de uma pessoa com local incerto, não sabido, isto é, uma pessoa em situação de rua. Esperamos agora conseguir identificá-lo e responsabilizá-lo por essas mortes”, concluiu.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.