GP1

Teresina - Piauí

Prefeito Dr. Pessoa defende diminuição de impostos

O gestor disse que o Poder Central deveria trabalhar a política de descontos sobre o valor dos alimentos.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos) se manifestou nesta quinta-feira (26), durante entrevista ao GP1, sobre a alíquota de impostos em tramitação no Congresso Nacional.

Dr. Pessoa esclareceu que embora o ICMS e outros tributos não sejam competência do Município, ele comunga com a proposta de diminuição dos impostos. Ele destacou ainda que o Poder Central também deveria trabalhar a política de descontos sobre o valor dos alimentos que compõem a cesta básica.

Foto: Lucas Dias/GP1Dr. Pessoa
Dr. Pessoa

“Embora o ICMS entre outros impostos seja de competência do estado, eu como prefeito estou de acordo com a diminuição. Deveria também o Governo Federal trabalhar para diminuir imposto sobre os alimentos que compõem a cesta básica", disse o chefe do Palácio da Cidade. "Também defendo que o imposto seja maior na tributação da renda de quem ganha mais”, acrescentou.

O prefeito de Teresina criticou ainda o alto preço da gasolina e afirmou que é inaceitável o Governo Federal ser o maior acionista da Petrobras e mesmo assim, não conseguir reduzir o valor do combustível na bomba.

“Não é aceitável o governo ser acionista majoritário da companhia e não conseguir reduzir o valor do combustível na bomba. Algo precisa ser feito pelo Governo Federal. Somos autossuficientes na matéria prima para o combustível, mas não conseguimos reverter isso em benefício dos brasileiros, porque não nos empenhamos no refino. Temos que vender o petróleo bruto para outros países a baixo custo, por isso, acabamos pagando caro porque temos que importar o combustível refinado e cotado em dólar", lamentou Dr. Pessoa

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.