GP1

Piauí

Delegado Geral James Guerra baixa portaria sobre as atribuições da Central de Flagrantes

Um dos objetivos da portaria é fazer com que a Central não fique sempre lotada.

O Delegado Geral da Polícia Civil, James Guerra, baixou portaria de nº 24, que dispõe sobre as atribuições da Central de Flagrantes de Teresina. Ele informa que existe a necessidade de uniformização das práticas investigatórias e administrativas nas Delegacias de Polícia Civil, em especial no que tange à lavratura de procedimentos em estado de Flagrância.

A Central de Flagrantes deve atender todos os casos que demandem a lavratura de Auto de Prisão em Flagrante, Auto de Apreensão de Menores,  Termo Circunstanciado de Ocorrência e Boletim de Ocorrência Circunstanciado na região de Teresina, bem como a expedição de requisições periciais.
Imagem: Lucas Barbosa/GP1Delegado Geral James Guerra(Imagem:Lucas Barbosa/GP1)Delegado Geral James Guerra
A portaria trata de vários assuntos, como o fato de ficar terminantemente vedada a troca de plantão entre policiais civis na Central de Flagrantes e também fica vedado o cumprimento pelo policial civil de plantões consecutivos na Central de Flagrantes, salvo determinação expressa do Delegado Geral.

Um dos objetivos da portaria é fazer com que a Central não fique sempre lotada, por isso “objetivando facilitar os trabalhos policiais, no intuito de proporcionar uma maior vazão nos atendimentos da Central de Flagrantes, compete à delegacia responsável pela conclusão dos procedimentos, providenciar o recebimento dos autos e termos confeccionados; objetos apreendidos, bem como fazer a condução do preso recém autuado para sua Unidade Policial ou outra previamente estabelecida, logo em seguida à sua autuação em flagrante”

Curta a página do GP1 no facebook: www.facebook.com/PortalGP1
Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.