GP1

Piauí

River lamenta morte de jogadores do Palmas em acidente aéreo

Em nota, o time piauiense deixou seu sentimento de pesar e prestou solidariedade aos familiares e ao clube.

O time do River lamentou, em sua página no Instagram, o acidente aéreo que matou o piloto, jogadores e o presidente do Palmas Futebol e Regatas ocorrido na manhã deste domingo (24), no Distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, no estado do Tocantins.

Em nota, o time piauiense deixou seu sentimento de pesar e prestou solidariedade aos familiares e ao clube. "O River Atlético Clube lamenta profundamente o trágico acidente aéreo ocorrido na manhã̃ deste domingo (24), que vitimou o Presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, além dos atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule, Marcos Molinari e do piloto da aeronave, Wagner", escreveu.

O acidente

Um avião com parte da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D do Campeonato Brasileio, caiu na manhã deste domingo (24), logo após decolar, no Distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, no estado do Tocantins. Quatro jogadores, o presidente da agremiação, Lucas Meira, de 32 anos, e o piloto da aeronave morreram.

Os jogadores que morreram no trágico acidente foram: Lucas Praxedes, de 23 anos; Guilherme Noé, de 28 anos; Ranule, de 27 anos e Marcus Molinari, de 23 anos. O piloto foi identificado como comandante Wagner.

Devido ao impacto com o chão a aeronave ficou completamente destruída. Equipes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Instituto de Medicinal Legal (IML) foram acionados.

A equipe iria enfrentar o Vila Nova pela Copa Verde em Goiânia nesta segunda-feira (25). Em nota, o Palmas Futebol de Regatas lamentou a morte das vítimas e pediu orações aos familiares.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.