GP1

Piauí

Piauí teve redução no número de inscritos no Enem 2021, diz Ellen Gera

O secretário da Educação contou ainda que o Piauí sempre registra baixa abstenção nas provas.

Alef Leão/GP1 1 / 13 Seduc distribuiu bombom para estudantes Seduc distribuiu bombom para estudantes
Alef Leão/GP1 2 / 13 Os alunos da rede pública receberam bombons da Seduc Os alunos da rede pública receberam bombons da Seduc
Alef Leão/GP1 3 / 13 Secretário Ellen Gera Secretário Ellen Gera
Alef Leão/GP1 4 / 13 Banca de bombons Banca de bombons
Alef Leão/GP1 5 / 13 Funcionários da Seduc estiveram nos locais de prova incentivando os alunos Funcionários da Seduc estiveram nos locais de prova incentivando os alunos
Alef Leão/GP1 6 / 13 Henrique Dantas Henrique Dantas
Alef Leão/GP1 7 / 13 João Gabriel, estudante do Marista João Gabriel, estudante do Marista
Alef Leão/GP1 8 / 13 Superintendente Lourdes Superintendente Lourdes
Alef Leão/GP1 9 / 13 UESPI no primeiro dia do Enem 2021 UESPI no primeiro dia do Enem 2021
Alef Leão/GP1 10 / 13 Portões abertos para realização do ENEM 2021 Portões abertos para realização do ENEM 2021
Alef Leão/GP1 11 / 13 Estudantes no primeiro dia do ENEM 2021 Estudantes no primeiro dia do ENEM 2021
Alef Leão/GP1 12 / 13 Ellen Gera e estudante da rede pública Ellen Gera e estudante da rede pública
Alef Leão/GP1 13 / 13 Ellen Gera e equipe da Seduc Ellen Gera e equipe da Seduc

Neste domingo (21) acontece a primeira etapa de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo o país. O GP1 foi até a Universidade Estadual do Piauí (Uespi), um dos locais de aplicação da prova em Teresina, e conversou o secretário de Educação do estado do Piauí, Ellen Gera. Segundo ele, foi constatada uma redução na quantidade de alunos inscritos no exame em relação ao ano passado.

“Nós tivemos uma redução no número de inscritos em relação ao ano anterior, infelizmente esse tempo de pandemia foi um período bastante complicado para os estudantes se prepararem e isso acabou tirando o engajamento nas inscrições. Mas aqueles que se inscreveram, a Seduc ela fez uma preparação com o Pré-Enem Seduc para que os estudantes pudessem fazer uma boa prova”, detalhou o secretário de Educação, Ellen Gera.

Ellen Gera contou ainda que o Piauí sempre registra baixa abstenção nas provas e durante os anos de 2016 a 2019 foi o estado que computou a maior presença. “O Piauí sempre se destaca pela baixa abstenção nas provas, nos anos de 2016 até 2020 foi o estado com maior presença e ano passado ficamos entre os cinco primeiros. Realizamos o trabalho de engajamento para motivar os estudantes, no interior os estudantes têm o translado garantido até o local de prova, através do programa passe-livre para garantir o transporte. Aqui na capital os estudantes têm o passe para andar no transporte coletivo”, finalizou o secretário.

A superintendente de ensino superior da Seduc, Lourdes Melo, afirmou que os alunos precisam ter calma para responder a prova. “Nossos alunos estão sendo preparados, estamos fazendo dois momentos de revisão, já fizemos um e vamos fazer o outro na quinta. Nossa expectativa é muito grande pois sempre recepcionamos os nossos alunos com carinho e hoje só pedimos para eles terem calma, já estudaram tudo”, complementou a superintendente.

Estudantes

O estudante do 3° ano do ensino médio Henrique Dantas, de 18 anos, contou ao GP1 que se preparou para a prova e que é a primeira vez que ele vai fazer o Enem. “Espero que eu vá bem, estou nervoso pois hoje a prova é mais extensa, mas pelo o que eu estudei espero que eu me saia bem, estou no terceiro ano e é a primeira vez que estou fazendo o Enem”, explicou Henrique Dantas.

O GP1 também conversou com o jovem João Gabriel que detalhou os alimentos que estava levando para ajudar ele a ter mais energia e controlar o nervosismo na hora da prova. “Estou levando caneta, cartão de inscrição, doce, barrinha de cereal, chocolate tudo para tentar conter o nervosismo, mas é difícil”, contou.

Vendas no Enem

A dona Conceição Monteiro, de 57 anos, contou que sempre vende comida nos locais de aplicação do Enem para garantir uma renda extra. “Sempre vendo no Enem, nos dias comuns eu vendo na Vila Operária na igreja. Aqui hoje eu estou vendendo batatinha, refrigerantes e água mineral. As minhas expectativas de vendas estão boas, tem vez que lucro 600,00”, finalizou a vendedora.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.