GP1

Piauí

Governo do Piauí decreta luto de três dias pela morte de Guilherme Melo

O ex-governador morreu na noite dessa quarta-feira (21) após ser acometido por um câncer no cérebro.

O Governo do Estado do Piauí, por meio do governador Wellington Dias (PT), decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-governador Guilherme Melo, que faleceu vítima de um câncer no cérebro na noite dessa quarta-feira (21), em Teresina.

Guilherme Melo havia sido internado no Hospital de Terapia Intensiva (HTI) há cerca de duas semanas para tratar o câncer, do qual não resistiu e acabou falecendo aos 68 anos de idade. “Neste momento de dor, o Governo do Estado do Piauí expressa as mais sinceras condolências à família, aos amigos e aos piauienses por essa imensurável perda e decreta luto oficial de três dias”, diz um trecho da nota.

Foto: Divulgação/Câmara dos DeputadosEx-governador Guilherme Melo
Ex-governador Guilherme Melo

Na nota, o Palácio de Karnak ressaltou a atuação do ex-governador em diferentes áreas, tendo atuado recentemente como diretor da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). “O ex-governador também exerceu cargos na área sindical e de conselhos, como presidente do Conselho de Administração; como pecuarista foi presidente da Associação Brasileira de Criadores do Gado Curraleiro Pé-Duro. Atuou recentemente como diretor da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi)”.

Veja a nota na íntegra:

"O Governo do Estado do Piauí manifesta seu profundo pesar em decorrência do falecimento do ex-governador Guilherme Melo.

Formado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário de Brasília e Direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), atuou como empresário do ramo imobiliário, além de ter exercido inúmeros cargos públicos. Atuou recentemente como diretor da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), mas já exerceu os cargos de governador, vice-governador, presidente da Cohab/PI, entre outras funções públicas.

O ex-governador também exerceu cargos na área sindical e de conselhos, como presidente do Conselho de Administração; como pecuarista foi presidente da Associação Brasileira de Criadores do Gado Curraleiro Pé-Duro. Guilherme Melo era casado com Naira Danielle Melo e deixa uma filha, a médica Cínthia Portella.

Neste momento de dor, o Governo do Estado do Piauí expressa as mais sinceras condolências à família, aos amigos e aos piauienses por essa imensurável perda e decreta luto oficial de três dias".

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.