GP1

Polícia

Alepi decreta luto de três dias pela morte do ex-deputado Ari Magalhães

O corpo de Ari Magalhães está sendo velado no Salão Nobre Deputada Francisca Trindade, na Alepi.

O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themístocles Filho (MDB), decretou luto oficial de três dias na Casa pelo falecimento do ex-deputado federal José Arimateia Martins Magalhães. O parlamentar faleceu ontem (15) vítima de complicações causadas pela covid-19, doença provocada pelo coronavírus.

O corpo do ex-deputado está sendo velado no Salão Nobre Deputada Francisca Trindade, na Alepi, em um velório restrito a familiares e amigos. Ari Magalhães estava internado desde o dia 2 de maio no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratar da doença.

Foto: Reprodução/FacebookEmpresário Ari Magalhães
Empresário Ari Magalhães

“O empresário e ex-deputado federal fez história no estado do Piauí, com a instalação da Convap. Ele merece o respeito e nossas homenagens. Por onde ele passou dexiou suas qualidades e merece o respeito dos piauienses”, destacou Themístocles Filho, que compareceu ao velório.

Biografia

Natural de Oeiras, Ari Magalhães foi fundador da Companhia Agroindustrial Vale do Parnaíba, em União. Em sua trajetória politica, foi secretário de Fazenda durante o governo de Lucídio Portela e quase disputou o Palácio de Karnak.

Enquanto deputado federal, foi eleito em 1994 pelo PPR e chegou a se candidatar a senador em 1998, mas não foi eleito. Tentou novamente uma vaga no Senado em 2006, mas também não obteve êxito.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.