GP1

Política

Partidos mirados pela Lava Jato travam pacote anticorrupção

O PMDB, PT e PP ainda não ainda não indicaram os nomes de parlamentares para compor a comissão especial.

Os partidos que abrigam os principais alvos da Operação Lava Jato, PMDB, PT e PP ainda não indicaram os nomes de parlamentares para compor a comissão especial que será responsável pela tramitação dos projetos anticorrupção na Câmara.

Imagem: EstadãoAndré Moura(Imagem:Estadão)Deputado André Moura

Apresentado ao Congresso em maio, o projeto das “10 medidas contra a Corrupção” foi iniciativa do Ministério Público Federal e entidades que receberam mais de 2 milhões de assinaturas. A falta de indicações para a comissão é apontada como o motivo de o presidente interino da Câmara, Waldir maranhão (PP-MA), ainda não ter liberado o início dos trabalhos.

Segundo a Mesa Diretora da Casa e assessores de Maranhão, ainda faltam 12 nomes para que inicie a tramitação do projeto. Até agora, 14 partidos (PTN, SD, PRB, PHS, DEM, PTB, PR, PSD, PROS, PV, PSDB, PSB, PDT e Rede) apresentaram 18 membros titulares.

De acordo com o Estadão, o líder do governo na Câmara dos Deputados, André Moura (PSC-SE), afirma que o Palácio do Planalto não tem dado orientações para a instalação do colegiado. “Não tive nenhuma orientação do governo, nem favorável nem contra. A prioridade é pauta econômica, que é a pauta do momento, mas também não há nenhuma restrição para essa comissão”, disse.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.