GP1

Política

Defesa de Lula pede que Moro deixe investigações

A defesa do ex-presidente da República pede que o juiz alegue falta de imparcialidade.

Os advogados do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, mandaram nesta terça-feira(05), um pedido para que o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos na Lava Jato se declare suspeito para julgar ações penais relacionadas ao ex-presidente.

Imagem: EstadãoDefesa de Lula pede que Moro deixe investigações(Imagem:Estadão)Defesa de Lula pede que Moro deixe investigações

A defesa de Lula quer que o juiz alegue falta de imparcialidade. Para os advogados, a exeção de suspeição é baseada na prática de diversos atos arbitrários pelo juiz contra Lula desde a deflagração da ação da 24ª fase da Operação lava Jato, batizada de “Atheleia”.

A privação da liberdade imposta a Lula para que ele prestasse o depoimento do Aeroporto de Conconhas (SP) em março deste ano é um dos exemplos numerados pela defesa para que o juiz se declare suspeito. Além disso, os advogados também alegam que o levantamento do sigilo de conversas interceptadas de Lula configurou abuso de autoridade.

De acordo com o G1, por meio da nota, a defesa de Lula informa que espera que o juiz federal Sério Moro “reconheça a perda de sua imparcialidade e encaminhe os procedimentos ao seu substituto natural”.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.