GP1

Política

Erivan Lopes diz que objetivo da gestão será recuperar selo ouro para o TRE

Desembargador foi aclamado presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí para o biênio 2022/2024.

O desembargador Erivan Lopes, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), conversou com o GP1 nesta segunda-feira (22) sobre a sua aclamação para a presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) para o biênio 2022/2024. O desembargador José James foi eleito vice-presidente e corregedor.

Segundo Erivan, o objetivo principal dele à frente da Corte Eleitoral será trabalhar para recuperar o selo de ouro junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Acredito que encontrarei o Tribunal em boas condições e o nosso objetivo principal é recuperar o selo de qualidade do TRE-PI junto ao CNJ. O Piauí teve o selo ouro de qualidade por muitos anos, mas perdeu e o nosso objetivo é recuperar esse selo, que é um atestado de eficiência na prestação do serviço”, afirmou o presidente eleito.

Foto: Lucas Dias/ GP1Desembargador Erivan Lopes
Desembargador Erivan Lopes

O desembargador explicou que ficará no cargo por dois anos e que não será uma experiência difícil já que ele contará com a experiência dos servidores que atuam no TRE. “Eu ficarei na presidência do TRE por dois anos, portanto, já durante as eleições gerais que acontecerão em 2022. A presidência do Tribunal não é uma missão das mais difíceis devido ao experiente quadro de servidores dele que já estão muito acostumados com eleições”, declarou Erivan Lopes.

“O que fica a cargo da Justiça Eleitoral, com maior dispêndio de tempo, é o registro das candidaturas e eventualmente o julgamento de alguma ação, questionando a elegibilidade de alguém”, completou o desembargador Erivan Lopes.

O novo presidente esclareceu ainda como é feita a escolha dos comandantes da Justiça Eleitoral e lembrou que na eleição passada ele foi eleito vice-presidente e corregedor. “O TRE não tem um quadro definitivo de magistrados, tem juiz federal, tem dois juízes do estado, e há dois desembargadores que tiram mandato de dois anos por indicação do Tribunal de Justiça, e atualmente o desembargador José James é o presidente e eu sou vice e corregedor. Como o mandato da gente vai se encerrar dia 6 de abril de 2022, o Tribunal de Justiça escolheu nós dois para recondução do cargo, só que a partir do da 7 de abril, eu vou tomar posso enquanto presidente e o desembargador James como vice e corregedor porque lá nós acumulamos os dois cargos”, finalizou Erivan Lopes.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.