GP1

Política

TCE divulga lista de prefeitos com os 50 maiores salários no Piauí

Considerando os atos de fixação analisados, os valores médios dos subsídios alcançaram os seguintes valores: R$ 13.509,45 (Prefeito); R$ 7.056,68 (Vice-Prefeito).

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) divulgou levantamento em que aponta irregularidades na fixação dos salários de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Foram analisados 269 atos normativos de fixação de subsídios, expedidos por 153 municípios, referentes à remuneração para o quadriênio 2021/2024.

Considerando os atos de fixação analisados, os valores médios dos subsídios alcançaram os seguintes valores: R$ 13.509,45 (Prefeito); R$ 7.056,68 (Vice-Prefeito); R$ 3.133,10 (Secretário); R$ 4.130,58 (Vereador) e R$ 5.320,37 (Vereador Presidente).

122 municípios tiveram situação de calamidade pública reconhecida pela Assembleia Legislativa do Piauí em 2020, dentre os quais 90 fixaram os subsídios para o quadriênio 2021/2024, cujos normativos só devem produzir efeitos a partir de janeiro de 2022.

“O levantamento representa uma ação para orientar os gestores e prevenir irregularidades quanto ao pagamento dos subsídios dos agentes políticos municipais no decorrer do quadriênio atual, 2021/2024, considerando que o descumprimento das regras e prazos para a fixação pode gerar repercussões negativas na análise da gestão das Prefeituras e Câmaras Municipais”, pontuou Elbert Silva Luz Alvarenga, diretor de Fiscalização da Administração Municipal.

Segundo o levantamento, o maior salário dentre os prefeitos piauiense é o de Miguel Alves, no valor de R$ 20.000,00.

Confira os 50 maiores salários de prefeitos no Piauí:

Miguel Alves - Veim Da Fetraf -R$ 20.000,00

Ribeiro Gonçalves - Dr. Lindenberg - R$ 19.000,00

Simplício Mendes - Márcio Moura - R$ 19.000,00

Esperantina - Ivanária Sampaio - R$ 18.950,00

Elesbão Veloso - Rafel Barbosa - R$ 18.894,51

São João do Piauí - Ednei - R$ 18.000,00

Teresina - Dr. Pessoa - R$ 17.690,57

Antônio Almeida - Marcelo Toledo- R$ 17.550,00

Bocaina- Erivelto Barros- R$ 17.538,00

Queimada Nova- Raimundo Julio- R$ 17.500,00

Sao Miguel do Tapuio- Pompilim- R$ 17.400,00

Demerval Lobão- Ricardo Moura- R$ 17.000,00

Pedro II- Alvimar Martins- R$ 17.000,00

Cabeceiras do Piauí- Professor Zé Filho- R$ 16.413,00

Palmeira do Piauí- João da Cruz- R$ 16.000,00

Tamboril- Delcides- R$ 16.000,00

Urucuí- Dr. Wagner- R$ 16.000,00

Socorro do Piauí- Zitim Coelho- R$ 15.782,00

Oeiras- Zé Raimundo- R$ 15.500,00

Caldeirão Grande do Piauí- Filipe Gonçalves- R$ 15.400,00

Curimatá- Valdecir Júnior- R$ 15.300,00

Parnaíba- Mão Santa- R$ 15.197,41

Cristino Castro- Felipe Dias- R$ 15.057,25

Bela Vista do Piauí- Neto- R$ 15.000,00

Canavieira- Joan Rocha- R$15.000,00

Colônia do Piauí- Selindinho- R$ 15.000,00

Francisco Santos- Dr. Luís José- R$ 15.000,00

Ipiranga do Piauí- Elvis Ramos- R$ 15.000,00

Itainópolis- Professor Miguel Rodrigues- R$ 15.000,00

Lagoinha do Piauí- Kelly Alencar- R$ 15.000,00

Madeiro- Zé Filho- R$ 15.000,00

Marcos Parente- Dr. Gedison- R$ 15.000,00

Santana do Piauí- Maria José- R$ 15.000,00

São Félix do Piauí- Jailson Pio- R$ 15.000,00

Barro Duro- Elói- R$ 14.500,00

Corrente- Murilo- R$ 14.400,00

Pimenteiras- Lucia Lacerda- R$14.343,65

Alvorada do Gurguéia- Lécio Gustavo- R$ 14.000,00

Brejo do Piauí- Fabiano Lira- R$ 14.000,00

Coivaras- Marcelino- R$ 14.000,00

Coronel José Dias- Rafael- R$ 14.000,00

Currais- Raimundo Sobrinho- R$ 14.000,00

Francisco Macedo- Novinho- R$ 14.000,00

Hugo Napoleão- Luciano- R$ 14.000,00

Isaías Coelho- Dr. Eudes- R$ 14.000,00

Júlio Borges- Eduardo Henrique- R$ 14.000,00

Luís Correia- Maninha- R$ 14.000,00

Marcolândia- Dr. Corinto Matos- R$14.000,00

Morro Cabeça no Tempo- Josué- R$ 14.000,00

Prefeito de Miguel Alves se manifesta

O secretário de Comunicação de Miguel Alves, Fernando Viana, entrou em contato com o GP1para esclarecer que o prefeito do município, Veim da Fetraf (PL), não recebe salário de R$ 20 mil, como foi divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI).

De acordo com o secretário, a Câmara Municipal de Miguel Alves chegou a aprovar reajuste de salário para prefeito, vice-prefeito e vereadores, contudo, o aumento não se consolidou, uma vez que o prefeito recém-empossado não sancionou a proposta aprovada pelos parlamentares.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.